facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 15 de Julho de 2024
15 de Julho de 2024

25 de Setembro de 2017, 13h:39 - A | A

VARIEDADES / PLANETA BIZARRO

Casal de canibais admite ter matado pelo menos 30 pessoas em 18 anos

A polícia chegou até eles após a morte de uma mulher na região onde os assassinos moravam

METRÓPOLES



Um casal russo confessou ter matado pelo menos 30 pessoas durante os últimos 18 anos. A polícia ainda está trabalhando para confirmar os óbitos e a identidade das vítimas, segundo o jornal britânico Daily Mail.

Inicialmente, as autoridades estavam analisando a morte de uma mulher de 35 anos, cujo nome não foi divulgado. Partes do corpo da vítima foram encontradas próximo a uma instalação militar. Durante as investigações eles encontraram fotos de celular em que um homem posava com membros humanos decepados.

>> Clique aqui e participe do grupo de WhatsApp 

O homem também fotografou a cabeça da mulher, e deixou para trás sacos e baldes com restos do corpo da vítima, além dos seus pertences pessoais. Quando descobriram o casal, eles confessaram a morte e outros homicídios praticados anteriormente.

O homem, de 35 anos, se chama Dmitry Baksheev, e teria dito aos interrogadores que os crimes começaram em 1999. A esposa era conhecida na região pelo seu temperamento agressivo. A residência do casal exalava um forte cheiro químico, que estaria ligado a éter e Corvalol, substâncias usadas para manter as vítimas desacordadas.

A esposa de Dmitry, Natalia Baksheeva, tem 42 anos e trabalhava como enfermeira. Foi ela quem confessou os 30 homicídios cometidos pelo casal. Segundo a polícia, a mulher passou por avaliações psicológicas, e os testes apontam que ela não apresenta problemas e tem total consciência de suas ações.

Comente esta notícia

LEONARDO RAFAEL MENEZES 25/09/2017

SATÂNICO E DEMONÍACO !!!!!

positivo
0
negativo
0

1 comentários

1 de 1