Cuiabá, 01 de Dezembro de 2022
logo

25 de Novembro de 2016, 11h:15 - A | A

POLÍTICA / ARTICULAÇÃO POLÍTICA

PSD só indica nomes se Taques não tiver opção; DEM quer conversar

Fávaro diz que prioridade do PSD, no momento, é tratar do fortalecimento da base aliada na Assembleia; Dal'Bosco nega que tenha sugerido Jaime Campos

RAFAEL DE SOUSA
DA REDAÇÃO



O presidente regional do PSD, vice-governador Carlos Fávaro, disse ao , na manhã desta sexta-feira (25), que a legenda só apresentará ao governador Pedro Taques (PSDB) uma lista tríplice com sugestões de nomes para o primeiro escalão se o Palácio Paiaguás ficar sem opção.

Fávaro manteve o discurso da reunião da cúpula do partido, na última segunda-feira (21), de priorizar, neste momento, o fortalecimento da base aliada na Assembleia Legislativa.

Segundo o vice-governador, o PSD é um partido forte, considerando que tem uma bancada de seis deputados no Legislativo.

Ele confirmou, no entanto, que Taques solicitou à direção do partido uma lista com possíveis nomes para compor seu staff, no contexto da reforma administrativa.

“Só faremos uma lista se ele disser que precisa de alguém em determinado lugar. Mas, não é o nosso foco principal nesse momento”, disse Fávaro.

 

“O governador informou que fará algumas mudanças em áreas estratégicas do Governo e sugeriu que o PSD indicasse nomes como opções para o staff. Como o partido nao estava discutindo essa questão no momento, informamos que só faremos uma lista se ele disser que precisa de alguém em determinado lugar. Mas, não é o nosso foco principal nesse momento”, disse Fávaro.

Questionado sobre opções no PSD, já que o vice-líder do Governo na Assembleia, Leonardo Albuquerque, descartou qualquer possibilidade de assumir alguma das pastas, Fávaro disse que essa questão ainda não foi discutida, mas será avaliada. “Não temos nomes e nem os cargos ainda”, completou.

DEMOCRATAS

Além do PSD, PSB e PSDB, que compõem a base de Taques na Assembleia, outros partidos podem indicar nomes para o secretariado. 

"Apoiamos o Governo e nunca pedimos nada. Agora, acho importante ter conversas sempre alinhadas com o ex-senador Jaime Campos e o ex-deputado Júlio Campos, que são experientes e podem contribuir com o Gooverno", disse Dal’Bosco.

O presidente do DEM e líder do Governo, Dilmar Dal’Bosco, sugeriu que o governador também chame outras lideranças para conversar sobre a reforma administrativa.

No caso dos democratas, a legenda não tem participação no staff de Taques.

“Nós apoiamos o Governo e nunca pedimos nada. Agora, acho importante ter conversas sempre alinhadas com o ex-senador Jaime Campos e o ex-deputado Júlio Campos, que são experientes e podem contribuir com o Gooverno, não especificamente para assumir cargos", disse Dal’Bosco.

O deputado negou que tenha sugerido o nome de Jaime Campos para ocupar uma secretaria, como foi divulgado nesta sexta-feira;

Comente esta notícia