Cuiabá, 29 de Janeiro de 2023
logo

06 de Dezembro de 2014, 22h:28 - A | A

POLÍTICA / PRESIDÊNCIA DA AMM

Pivetta teria apoio de 50 prefeitos para dirigir entidade

A eleição para definir o presidente do biênio 2015/2016 será no próximo dia 18 entre às 9h30 e 11h30 na sede da entidade, em Cuiabá, conforme determina o edital de convocação da assembleia geral.

DA REDAÇÃO



Competindo com o prefeito de Nortelândia, Neurilan Fraga (PSD), o prefeito de Lucas do Rio Verde, Otaviano Pivetta (PDT), fez uma pausa em suas atribuições de coordenador da equipe de transição do governador eleito Pedro Taques (PDT) para buscar apoio para sua candidatura a presidente da AMM (Associação Mato Grossense dos Municípios) . Em um encontro realizado nesta sexta-feira (05) em Sorriso ele conseguiu o compromisso de 12 prefeitos que compõem o Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento Econômico, Social, e Ambiental do Alto Teles Pires (Cidesa), durante encontro na tarde dessa sexta-feira (05), em Sorriso. 

Outros 40 prefeitos já declararam apoio a Pivetta, entre eles, o prefeito da Capital, Mauro Mendes (PSB). Conhecido por ter contribuído na construção de um modelo de gestão na cidade de Lucas, as propostas de Pivetta para presidir a AMM são arrojadas e, por isso, tem ganhado tantos apoios. "Quero ser presidente para promover profundas mudanças na nossa entidade de representação. Vamos baixar o custo em 50% na mensalidade dos municípios, e aumentar a oferta de serviços com os projetos que os municípios precisam, através de parcerias com as universidades e a Secretaria das cidades do Estado". 

Otaviano também levanta a bandeira da transparência na aplicação dos recursos com a publicação mensal do destino de cada centavo gasto pela AMM e se compromete a por um basta às vias-sacras feitas pelos prefeitos do interior do Estado à Cuiabá e à Brasília, em busca de recursos. Além disso, visa unificar o modelo de gestão dos municípios e acabar com as diferenças de serviços prestados. "Queremos uma AMM que atue como articuladora no desenvolvimento regional, diminuindo as diferenças entre os mais pobres e os mais ricos no que se refere aos serviços públicos essenciais. A saúde, educação e segurança tem que ter a mesma qualidade em Alto Paraguai, Cáceres e Lucas do Rio Verde", explicou. `

A eleição para definir o presidente do biênio 2015/2016 será no próximo dia 18 entre às 9h30 e 11h30 na sede da entidade, em Cuiabá, conforme determina o edital de convocação da assembleia geral.

Durante o encontro do Cidesa, na tarde desta sexta-feira (05), entre os assuntos discutidos estão, a concessão da ferrovia, descentralização das licenças ambientais, divulgação do programa de fomento em educação e saúde ambiental da fundação nacional de saúde (Funasa), regularização fundiária e a inclusão do município de São José do Rio Claro no Consórcio.

Além de Lucas do Rio Verde, integram o consórcio, os municípios de Nova Mutum, Sorriso, Sinop, Tapurah, Santa Rita do Trivelato, Santa Carmem, Vera, Feliz Natal, Nova Ubiratã, Ipiranga do Norte, Cláudia e União do Sul, que juntos somam aproximadamente 330 mil habitantes.

 

Comente esta notícia