Cuiabá, 02 de Fevereiro de 2023
logo

11 de Dezembro de 2014, 08h:27 - A | A

POLÍTICA / TRIBUNAL DE CONTAS

Janete Riva deve ser a indicada da Assembleia para vaga de conselheira, afirma Fabris

Segundo Fabris o nome de Janete foi definido em uma reunião realizada nesta quarta-feira entre os parlamentares, assim que a Casa foi comunicada da renúncia do conselheiro que indicaram anteriormente.

MARCIA MATOS
DA REDAÇÃO



O nome da ex-candidata ao governo do Estado, Janete Riva (PSD), esposa do presidente da Assembleia Legislativa, deputado José Riva (PSD), já é consenso entre os deputados estaduais, que devem indicá-la para ocupar a vaga de conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE), que está aberta desde esta quarta-feira (10), quando o ex-conselheiro Humberto Bosaipo renunciou ao cargo.

A informação foi confirmada pelo suplente de deputado Gilmar Fabris (PSD), que também estava entre as supostas indicações da Assembleia, durante entrevista no programa de rádio Folha Mix, na manhã desta quinta-feira (11).

Segundo Fabris, o nome de Janete foi definido em uma reunião realizada nesta quarta-feira entre os parlamentares, assim que a Casa foi comunicada da renúncia do conselheiro Humberto Bosaipo.

De acordo com o regimento, os parlamentares têm 48 horas para anunciar a indicação. O ato deve ser realizado durante a reunião do Colégio de Líderes da Casa.

Quem for escolhido para ocupar a vaga de conselheiro do TCE deve então ser sabatinado pelos deputados no Plenário da Assembleia e submetido à votação dos pares.

Se for aprovado a indicação é encaminhada ao governador Silval Barbosa (PMDB) para que seja efetivada a nomeação. Só após isso, o presidente do Tribunal de Contas do Estado, Waldir Teis, deve dar posse ao nomeado pelo governador.


Comente esta notícia

EVA 11/12/2014

NOSSA !!!! SEM CURSO SUPERIOR. ESSE TRIBUNAL DE CONTAS EM. KKKKK

saLVADORJR 11/12/2014

Realmente, somos todos fantoches dessa ralé que elegemos. Essa dona ai não sabe falar nem o português direito(mostrou isso durante o pleito eleitoral) e quer ser conselheira do tribunal de contas? Vamos ver mais uma aumentar sua fortuna já inexplicada.

César - Cuiabá 11/12/2014

Estado canalha com seus político canalhas. Estudar prá que nesse país? O que essa mulher entende de administração? Não sabe diferenciar uma nota fiscal de um recibo, mas vai ter um salário para o resto da vida. Revolta, muita revolta. Quando é que vamos moralizar esse estado?

junior 11/12/2014

MEU DEUS..........PARAFRASENADO RENATO RUSSO.........QUE ESTADO É ESSE? É A PORRA DE MATO GROSSO!!!! NÃO ACREDITO QUE ISSO POSSA ACONTECER SERIA LEGITIMAR A INCOMPETÊNCIA, A POLITICAGEM, A BADERNA INSTITUCIONALIZADADA. É O CAOS.........É O FIM DOS TEMPOS!!!

Cleonice Ferreira Gomes 11/12/2014

Um absurdo! Uma ex-presidiária no Tribunal de Contas! Era só o que faltava para Mato Grosso!

Anita 11/12/2014

É para f* com o estado!!!!! Que conhecimento essa mulher tem para analisar alguma conta?!!!!! Vontade de jogar uma bomba nesse Estado e acabar com essa raça!!!!!!!

THIAGO ANDRE DE ARRUDA NOGUEIRA 11/12/2014

kkkkkkkkk, ta de sacanagem, troca o sujo pelo mal lavado.

7 comentários

1 de 1