facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 22 de Maio de 2024
22 de Maio de 2024

24 de Dezembro de 2010, 20h:38 - A | A

POLÍTICA /

Grupo ligado a Túlio Fontes pede cassação do diploma de Pedro Henry

GAZETA



TÉO MENEZES

A coligação "Cáceres com a Força do Povo", que apoiou o prefeito Túlio Fontes (DEM) na campanha de 2008, pediu ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) a cassação do diploma do deputado federal reeleito Pedro Henry (PP), adversário político do Democratas. O grupo alega que o pepista não poderia exercer o mandato porque foi cassado por uso indevido dos meios de comunicação e ficou inelegível por 3 anos.

O pedido foi feito através de um recurso contra a expedição do diploma a Pedro Henry e foi protocolado ontem no TRE, que deverá avaliar a possibilidade jurídica do julgamento a ser feito posteriormente pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A Coligação foi autora da ação de investigação que levou à cassação de Henry, acusado de usar a TV de familiares (Descalvados) para dar entrevistas na campanha de 2008 enaltecendo parcerias com o irmão e então prefeito, Ricardo Henry (também do PP).

"O recorrido está inelegível. Sobre este fato não existe controvérsia. E candidato inelegível não poderia ser diplomado. E, se o recorrido se tornou inelegível em data posterior ao seu pedido de registro, isto não pode ser computado em prejuízo do interesse público", afirma trecho do recurso assinado pelos advogados Renato Nery e Judson Gomes da Silva Bastos.

Comente esta notícia