Cuiabá, 30 de Junho de 2022
logo

Sexta-feira, 04 de Novembro de 2011, 19h:08 - A | A

CULPADOS

Governo admite falhas e anula compra de Land Rovers

DA REDAÇÃO

Depois do mar de lama e escândalo protagonizado pela compra de 10 Land Rovers com equipamentos de vigilância de fronteira, ao preço de R$ 14 milhões, contrato dado sem licitação a uma empresa "de fachada", o governador Silval Barbosa resolveu anular o processo com a Global  Tech. As denúncias envolvendo a empresa e sua suposta falta de estrutura e idoneidade, abalaram a confiança do governo e também da Secopa, na figura de Eder Moraes. .

O anúncio foi feito pelo secretário Extraordinário da Copa do Mundo, Eder Moraes, que permaneceu reunido por mais de cinco horas com o governador Silval Barbosa (PMDB).

A anulação da compra foi motivada por vícios procedimentais, apontados pelo Ministério Público Estadual (MPE) e Tribunal de Contas do Estado (TCE). Mas, apesar da anulação,  o estado pretende fazer licitação, desta vez correta, para adquirir os materiais. 

"A ideia é lançar uma licitação e fazer a compra dos veículos de forma legal, transparente e segura. O governador deu a seguinte ordem: qualquer compra que for identificado algum problema deve ser anulada e decidimos acompanhar sua determinação", disse Eder, admitindo a irregularidade. 
Eder disse que, agora, pode-se até usar o orçamento da Secopa, mas, a gestão vai ser feita pela pasta da segurança.
 

No pacote de anulação, quem entrou pelo cano foi Chapada, que perdeu, pelo menos por enquanto, a obra do teleférico, já que ainda não há projeto decente apresentado e nem licença ambiental.  "É uma obra que requer estudo aprofundado e exige sério aperfeiçoamento para evitar problemas. Faremos uma nova licitação e estamos certos que a obra será entregue a tempo de ser um atrativo para a Copa do Mundo", disse Eder. 

Comente esta notícia