Cuiabá, 29 de Janeiro de 2023
logo

06 de Dezembro de 2014, 08h:28 - A | A

POLÍTICA / ALVO DO MPE

'Estamos deixando o governo como entramos; de cabeça erguida', diz Roseli, apesar de ser alvo do Gaeco

As declarações da primeira-dama em defesa ao governo de seu marido, foram feitas durante a inauguração de uma ala da Santa Casa, à qual Silval não compareceu.

MARCIA MATOS
DA REDAÇÃO



A menos de um mês do fim do mandato de seu marido, o governador Silval Barbosa (PMDB), a primeira-dama Roseli Barbosa (PMDB), que o representou na inauguração da reforma e ampliação da enfermaria da Santa Casa de Misericórdia de Cuiabá, nesta sexta-feira (05), declarou, em entrevista aos jornalistas, que espera que a população ainda venha a reconhecer as ações do governo de Silval, que vem se lamentando diante da séria crise de imagem pública, que lhe rendeu a classificação de ser o 4° pior governador, segundo o Ibope.

"Estamos deixando o governo como entramos, com tranquilidade, de cabeça erguida e com condições para o próximo governador". 

Em sua argumentação, a primeira-dama defendeu o marido quanto aos atrasos na entrega das obras que seriam preparatórias para a Copa do Mundo.

“Essas coisas são assim mesmo. Eu acho que o reconhecimento vai vir com o tempo. Muitas obras foram feitas. A dificuldade é tamanha porque você começa, como o governador sempre fala né? Ele precisou desde o projeto, desde buscar o dinheiro para investimento. São obras gigantescas, obras muito grandes, mas que realmente  vai ter um retorno para a população e isso a população verá com o uso e usufruindo. Disso eu fico tranquila”, pontuou.

Apesar das críticas que vêm recebendo,  tanto da equipe de transição do governador eleito Pedro Taques, como da sociedade, Roseli ressaltou que estão deixando o governo com sentimento de dever cumprido, sem culpa ou vergonha.

“Eu sei que o que foi possível fazer nós fizemos, né? Tanto o governador, quanto da minha parte estamos deixando o governo como entramos, com tranquilidade, de cabeça erguida e com condições para que o próximo governador continue todo esse trabalho”, declarou.

SANTA CASA

O governo Estado, investiu cerca de R$ 1.800 milhão na obra de reforma e ampliação dos leitos de enfermaria da Santa Casa através das Secretarias de Trabalho e Assistência Social e de Cidades. 

O recurso permitiu a implantação de 29 leitos de enfermaria para atender pacientes em tratamento de oncologia e pós-cirúrgico, além da troca do telhado da unidade.

Comente esta notícia

DIOGO FABRICIO 11/12/2014

Sem dúvida o crescimento patrimonial dessa família deve ser investigado.. e seus atos irresponsáveis que visivelmente macularam a população tbem!

samuellevy 09/12/2014

DE CABEÇA ERGUIDA E BOLSO CHEIO,. SEM CONTAR AS INUMERAS EMPRESAS DE COMUNICAÇÃO QUE ELES ADQUIRIRAM AO LONGO DOS TEMPOS. É TEM QUE ERGUER A CABEÇA MESMO.

2 comentários

1 de 1