Cuiabá, 29 de Setembro de 2022
logo

14 de Dezembro de 2013, 09h:11 - A | A

POLÍCIA / POR 4 HORAS

Pai esquece filho de 2 anos dentro do carro; criança morre asfixiada

A criança ficou aproximadamente quatro horas dentro do veículo, sob o mormaço da tarde cuiabana. Após constatar o esquecimento, pai ainda tentou salvar o filho, mas ele já estava morto.

JOÃO RIBEIRO
DA REDAÇÃO



Um menino de dois anos morreu asfixiado dentro de um carro, na Avenida Filinto Muller, no bairro Quilombo, em Cuiabá. A criança ficou aproximadamente quatro horas dentro do veículo, sob o mormaço da tarde cuiabana. Ela foi esquecida presa na cadeirinha de segurança, pelo próprio pai, um bancário de 46 anos. A tragédia ocorreu nesta sexta-feira (13), por volta das 18h.

Ao RepórterMT, a delegada Anaíde Barros, da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), afirmou que teve uma conversa informal com o pai da vítima, que ainda estava em choque pelo ocorrido.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

“Ele contou que tinha a rotina de levar o filho sempre no mesmo horário à escola, porém, como não levou o menino na quinta-feira (12), se distraiu. Na sexta, quando passava na frente do colégio, teve que atender o celular. Com isso, desviou a atenção”, explicou.

De acordo com a delegada, o pai estacionou próximo à escola e realizou serviços em uma agência bancária próxima. “Às 18h, ele terminou o expediente e foi ‘automaticamente’ buscar o filho. Ao chegar na porta do colégio a professora informou que o menino não tinha vindo na sexta e nem na quinta”, destacou.

Com isso o bancário ficou em estado de choque e correu para o carro, um Ford Fiesta. Quando chegou no local, viu o filho já inconsciente. Um médico que estava próximo ainda o ajudou a retirar a criança do carro e realizar os trabalhos de primeiro socorros, mas o menino já estava morto.

O corpo da vítima foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para ser feito um exame de necropsia. O corpo foi liberado na noite desta sexta-feira para o velório.

O caso vai ser investigado pela Delegacia Especializada de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente (DEDDICA).

TRAGÉDIA SEMELHANTE

No dia 20 de junho deste ano, uma menina de três anos morreu asfixiada dentro de um carro, estacionado na frente da escola particular, La Salle, no município de Lucas do Rio Verde (360 km de Cuiabá).

Segundo informações da Polícia Civil, a criança ficou cerca de cinco horas dentro do carro. Ela foi levada pela mãe a uma vizinha, onde a iria levar até o colégio que trabalhava como professora.

No depoimento à Polícia, a mulher disse que ao chegar no colégio, desceu do veículo e esqueceu a criança dentro do carro. A menor ficou dormindo na cadeirinha de segurança.

Somente no final do expediente, às 17h30, que a professora sentiu falta da criança e foi até o carro para salva-la. Porém, a menina já tinha perdido os sentidos. A menina apresentava rigidez e tinha secreções pela boca.

Após constatar a morte da menina, a professora entrou em estado de choque e teve que ser encaminhada para um hospital para ser medicada. Ela foi presa em flagrante por homicídio culposo, quando não há intenção de matar.

Comente esta notícia

Paulo 16/12/2013

COITADO DESTE PAI, QUE DOR ESSE SENHOR ESTA SENTINDO. MUITO TRISTE

1 comentários

1 de 1