facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 26 de Maio de 2024
26 de Maio de 2024

05 de Novembro de 2010, 14h:45 - A | A

POLÍCIA /

Menina de 5 anos vê mãe morrer esfaqueada em Nortelândia



reporternews

Uma jovem foi brutalmente assassinada na noite desta terça-feira (03) no município de Nortelândia (260 km de Cuiabá) com 11 facadas. Divina Soares da Silva, 26, estava em casa quando foi atacada por um homem ainda não identificado. Sua filha de cinco anos teria assistido toda a cena.

A vítima estava em casa quando o assassino se aproximou e iniciado uma pequena discussão. A vítima saiu correndo, tropeçou e caiu. O assassino se aproximou e desferiu diversos golpes de faca na jovem, que ainda tentou desvencilhar-se das agressões.

A cena foi presenciada desde o inicio pela única filha R.S.S., de apenas cinco anos de idade, que de acordo com relato de vizinhos, gritava “não faça isso com minha mãe não”, o que acabou chamando a atenção de populares que se dirigiram ao local do assassinato.

O autor do crime fugiu. Alguns populares tentaram detê-lo, mas este se embrenhou num matagal próximo de um rio que passa a poucos metros da cena. Segundo o delegado Sérgio Medeiros, que comanda as investigações, a polícia já tem informações de quem teria cometido o crime, mas ainda não conseguiu prendê-lo.

A suspeita de ter encomendado o assassinato está detida desde ontem, seria a mulher de um homem que mantinha um caso extraconjugal com a vítima e que seria o pai da filha que assistiu o bárbaro crime.

O delegado disse que ainda não ouviu nenhuma testemunha até agora e que busca localizar e identificar o executor do crime, mas adiantou que a principal suspeita se negou a prestar informações e respondeu que só falaria na presença de um advogado.
Ainda de acordo com Sérgio Medeiros, o corpo foi encaminhado agora pela manhã para o IML de Diamantino, e aguarda o laudo oficial. O médico que atendeu Divina Soares da Silva no hospital da cidade apontou 11 perfurações em diversas partes do seu corpo.

“Estamos investigando e levantado algumas informações e agora estamos buscando ligar a detida com o fato e estamos bem perto disso” concluiu o delegado.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Comente esta notícia