facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 18 de Julho de 2024
18 de Julho de 2024

02 de Outubro de 2017, 13h:01 - A | A

POLÍCIA / BANHO DE SANGUE

Homem atira na ex-mulher, nos pais dela e se mata em Cuiabá

Conforme testemunhas, o agressor não aceitava o término da relação e tentou assassinar a ex, na frente dos pais dela.

RAUL ABRADOCK
DA REDAÇÂO



Um homem ainda não identificado tentou cometer uma chacina no Cinturão Verde, região de chácaras que fica próximo ao bairro Pedra 90, em Cuiabá. Na manhã desta segunda-feira (2), ele atirou contra a ex-mulher e conforme informações preliminares, também baleou o pai e a mãe dela – antes de atirar contra a própria cabeça e morrer.

Conforme testemunhas, o atirador não aceitava o término do relacionamento e ameaçava a ex-mulher constantemente. Já na manhã de hoje, ele pegou uma arma e seguiu para a casa onde as vítimas estavam.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

A situação foi confirmada ao pela Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP).

O caso foi denunciado por vizinhos, que ouviram os disparos logo no final da manhã desta segunda-feira, por volta das 10h.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e encaminhou as três vítimas da mesma família para unidades de saúde.

Policiais do 24° Batalhão de Polícia Militar também auxiliaram na ocorrência.

O corpo do homem foi encontrado no quintal da casa, coberto de sangue.

Agentes da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) analisaram a cena do crime.

A Polícia Civil, por meio da DHPP, acompanha o caso.

Execução passional

Quatro dias antes, Josilaine Alves Ramos, de 21 anos, foi morta a tiros, em Pedra Preta (238 km ao Sul de Cuiabá). O marido dela, identificado como S.D.B., de 27 anos, também foi atingido por disparos.

Conforme a polícia, testemunhas relataram que o autor do crime seria um homem identificado como João.

João e o marido de Josilaine haviam tido uma discussão no dia do crime. O motivo seria boatos espalhados pelo assassino a respeito da vítima. O marido foi até o trabalho de João para tirar satisfação sobre a suposta traição e iniciou uma discussão.

Leia mais 

Após boatos sobre traição, bandido executa mulher e atira em marido

Álbum de fotos

Comente esta notícia