Cuiabá, 30 de Janeiro de 2023
logo

24 de Novembro de 2014, 11h:25 - A | A

POLÍCIA / VIOLÊNCIA URBANA

Grande Cuiabá registra três assassinatos no fim de semana; ninguém é preso

Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) está investigando a hipótese de acerto de contas, mas até a manhã desta segunda-feira (23), não havia prendido ninguém.

JOÃO RIBEIRO
DA REDAÇÃO



A Grande Cuiabá registrou neste fim de semana três assassinatos. Desse total, dois ocorreram na capital. Para a Polícia Militar, as três ‘vítimas’ estavam envolvidas com a criminalidade, por isso, os homicídios seriam considerados acerto de contas.

No entanto, a Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) está investigando as hipóteses. Até a manhã desta segunda-feira (23), ninguém havia sido preso.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

O último caso foi registrado na madrugada deste domingo (23), no bairro Coxipó, quando moradores encontraram o corpo de  Anderson Moraes da Silva, com perfuração de tiro na cabeça. Testemunhas disseram aos policiais militares do 9º Batalhão, que a vítima tinha envolvimento com drogas. O corpo dele foi encaminhado ao Instituto Médico legal (IML).

O segundo caso ocorreu por volta das 5h da manhã do sábado (22), quando o corpo também de um homem foi localizado em um terreno baldio, na Avenida Daliberto da Costa, no bairro Santa Isabel.

Peritos do IML, em um exame macroscópico, acreditam que a vítima tenha sido morta por asfixia, já que o cadáver estava com lesões na altura do pescoço.  

O homem tinha uma tatuagem com a palavra ‘André’ em um dos braços e ‘Benedita’ no ombro. Já no pé, tinha a letra ‘K’.

Já em Várzea Grande, no bairro Santa Luzia, ainda no sábado (22), por volta das 23h, Jean Carlos Dias de Freitas foi assassinado com um tiro na cabeça e outro nas costas.

A namorada dele, que presenciou o crime, explicou aos PM’s do 25º Batalhão, que os dois estavam caminhando na rua Salim Nadaf, quando perceberam que estavam sendo seguidos por um homem em uma bicicleta.

Eles ainda tentaram fugir, mas o criminoso atirou nas costas de Jean. Quando o homem caiu, o assassino se aproximou do corpo e atirou na cabeça dele.

NOVEMBRO SANGRENTO

Faltando seis dias para o término do mês, as duas cidades já registraram 42 homicídios. Desse total, 23 ocorreram em Cuiabá.

Novembro pode ser o mais violento do ano, já que o balanço atual se aproxima do total de 51 homicídios, ocorrido em abril deste ano. 

O número assusta ainda mais se contabilizado o número de crimes do ano até o momento. Sendo que mais de 400 pessoas foram assassinadas. 

Comente esta notícia