Cuiabá, 27 de Novembro de 2022
logo

29 de Setembro de 2022, 17h:58 - A | A

PODERES / CONTRA FRAUDE

TRE confirma auditoria “paralela” em 23 urnas durante votação em Mato Grosso

Após o pleito, votos impressos e eletrônicos de 23 urnas serão conferidos a título de testagem da confiabilidade da urna eletrônica.

JOÃO AGUIAR
APARECIDO CARMO



Cerca de quatro mil pessoas serão convidadas para exercer o voto impresso em Cuiabá, durante as eleições neste domingo (02). As cédulas impressas estarão disponíveis em 23 urnas eletrônicas na Faculdade de Tecnologia do Senai (Fatec), no bairro Porto. Após o pleito, os votos impressos e eletrônicos serão conferidos a título de testagem da confiabilidade da urna eletrônica.

De acordo com o presidente do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE-MT), desembargador Carlos Alberto Rocha, essa auditoria já existia há muito tempo, mas antes eram feitas com apenas três urnas. “Agora, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em face dessas discussões todas, aumentou esse numero de urnas para 23”, disse, em coletiva à imprensa nesta quinta.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

“Cada pessoa que estiver ali será convidada a votar. Foram feitos seis mil votos impressos, como era antigamente. O eleitor pega esse papel, ele vai na urna e digita aqueles números que estão no papel e joga o papel na urna. Ao final, no encerramento da eleição, você tira a quantidade de votos que tem na urna eletrônica e aí pega aquele papel e confere. Você faz a comparação dos dois e isso está sendo filmado 24 horas”, explicou.

Leia também

Presidente do TRE afirma que votos de Neri serão anulados nas eleições de domingo

Ainda conforme o presidente, os votos depositados a título de conferência não serão considerados votos válidos. Antes de ser convidado para a testagem, o eleitor fará a votação eletrônica normalmente em sua zona.

"É uma votação simulada para você comprovar que o que foi feito na urna eletrônica bate com aquilo que você colocou no papel. Se eu coloquei no papel e digitei a mesma coisa na urna e der diferença, a urna está errada", concluiu.

Comente esta notícia

Alberto 29/09/2022

Se o eleitor estiver mal intencionado ele pode digitar os candidatos na urna eletrônica e na urna com papel impresso digitar outros nomes, como ficará?

jorge luiz Sganzerla 29/09/2022

Não confio nessas máquinas construídas e programadas pelos comunistas 80% do povo prefere ainda o voto de papel ou impresso e auditável o resto é tudo maracutaias e falcatruas.

2 comentários

1 de 1