Cuiabá, 09 de Agosto de 2022
logo

18 de Dezembro de 2017, 17h:50 - A | A

PODERES / REDUZIU DESMATAMENTO

'Número prova que não sou raposa cuidando do galinheiro', diz Fávaro ao deixar Sema

A declaração do vice-governador Carlos Fávaro foi dada logo após a apresentar um balanço de seus 20 meses de gestão e anunciar sua saída da Secretaria de Meio Ambiente.

RAFAEL DE SOUSA
DA REDAÇÃO



O vice-governador Carlos Fávaro (PSD), que deixou a Secretaria de Meio Ambiente (Sema) nesta semana, afirmou que conseguiu provar, em números, que nunca foi uma raposa cuidando do galinheiro como muitos afirmaram quando assumiu o comando da pasta em 2016.

A declaração do vice-governador foi dada na tarde desta segunda-feira (18), logo após a apresentação de um balanço de seus 20 meses de gestão à frente da Sema.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

>>> Receba notícias no Telegram e fique bem informado

“Recebi uma provocação de que o governador Pedro Taques [PSDB] estava entregando o galinheiro para a raposa cuidar. Chamei os servidores [à época] para mostrarmos que a política ambiental é extremamente importante para o desenvolvimento de Mato Grosso e os números são incontestáveis”, argumentou.

Segundo Fávaro, neste período, Mato Grosso obteve uma redução no tempo médio de resposta à população na área de licenciamento ambiental e outorga de água. Também houve redução no desmatamento ilegal de 16% em 2016, sendo que a previsão para este ano é de no mínimo de 10%.

“Reduzimos o desmatamento, inclusive, com reconhecimento internacional com recursos a fundo perdido de R$ 178 milhões que mostra que a política ambiental [de Mato Grosso] está no rumo certo. Diminuímos o tempo médio de 272 dias para 146 dias, ou seja, uma efetividade plena”, afirmou o vice-governador.

Carlos Fávaro deixa a Sema para assumir o Governo do Estado durante o período de férias do governador Pedro Taques (PSDB) na próxima semana. 

“Como eu preciso assumir [o Estado] com a saída do governador para um tratamento de saúde e descanso a partir da semana que vem, fiz uma portaria hoje designando o secretário André Baby como interino até que o governador decida quem será o novo secretário de Meio Ambiente”, explicou.

Comente esta notícia