facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 27 de Maio de 2024
27 de Maio de 2024

09 de Setembro de 2010, 11h:07 - A | A

PAPO RETO /

Titanic: PTB pula do barco tucano e apóia Silval Barbosa



De acordo com o vice-presidente do PTB em Mato Grosso, Homero Florisbelo, haverá mais adesões, “isso é apenas uma amostra” disse, convicto que os 22 municípios restantes do partido no interior do Estado, devem integrar a coligação “Mato Grosso em 1º Lugar”. 

Florisbelo ressaltou que diferente de Cuiabá, o PTB no interior do Estado se assemelha com o projeto político de Silval Barbosa, segundo ele, antes das convenções partidárias, procurou o governador para estreitar conversações, pois sempre  houve o interesse do partido em apoiar a reeleição do peemedebista.

“Tudo isso é fruto de identidade partidária, não é apoio de última hora. Nós viemos sem acordo, sem  barganha, o PTB quer participar do governo”, lembrou  o vice-presidente petebista.

Os brizolistas que aderiram ao projeto oponente, não temem qualquer tipo de sanção por parte do prefeito de Cuiabá, Chico Galindo (PTB), já que conversas  antecederam a formalização das adesões, tendo como principal interlocutor  o vereador Júlio Pinheiro (PTB), recém eleito presidente da Câmara de Cuiabá para o biênio 2011-2012.

“Para o governo estamos fechados com Silval, mas para o senado vamos apoiar Antero Paes de Barros que tem como suplente, o empresário Rogério Navarini, do PTB de Sinop”, sublinhou.

O presidente do diretório municipal de Nova Xavantina, Paulo Oliveira, o Paulo do Globo ainda reforçou o discurso ao pontuar que Galindo não irá expulsar ninguém do partido.

Além disso, Florisbelo, também lembrou as origens de Silval, observando que, quando o atual governador era prefeito de Matupá (695 km ao Norte de Cuiabá), era filiado à legenda petebista. Na época, Florisbelo era presidente regional do PTB em Mato Grosso.

Em busca de governabilidade o PTB, anunciou adesão de 70% de suas lideranças políticas a campanha eleitoral, do governador Silval Barbosa (PMDB), candidato à reeleição. Entre os  dissidentes, que integram a base aliada do ex-prefeito de Cuiabá, Wilson Santos (PSDB), estão os dois únicos prefeitos eleitos pela sigla no Estado:  Clóvis Damião de Poconé e Gercino Caetano Rosa de Nova Xavantina.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Comente esta notícia