Cuiabá, 27 de Novembro de 2022
logo

26 de Dezembro de 2016, 08h:40 - A | A

PAPO RETO / PROCURA-SE

Polícia caça ex-prefeito condenado a 34 anos de prisão por pedofilia

DA REDAÇÃO



Há um mês, a Polícia Civil de Mato Grosso está à procura de Eduardo Zeferino. Ex-prefeito de Dom Aquino (166 km ao Sul de Cuiabá), ele foi condenado a 34 anos e 6 meses de prisão, em regime fechado, pelo crime de estupro de vulnerável contra cinco crianças com idades de 7 a 11 anos. No momento, o político (filiado ao PR) é considerado foragido da Justiça. A suspeita é de que ele tenha fugido para a Bolívia ou o Paraguai.

O mandado de prisão foi expedido pela 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça, que rejeitou recurso de apelação da defesa do ex-prefeito para reformar a sentença. Em novembro, o TJ seguiu entendimento do STF, de que, esgotados os recursos em segunda instância, cabe a execução provisória da pena, não prevalecendo mais a necessidade do trânsito em julgado (sentença definitiva e irrecorrível).

Em 2011, Zeferino era prefeito de Dom Aquino e foi preso a pedido do Ministério Público Estadual (MPE), que entendeu existirem elementos suficientes de atos de pedofilia. Oito meses depois, foi oferecida a denúncia criminal.  As crianças que foram vítimas do abuso sexual eram filhas de conhecidos, amigos e parentes do ex-prefeito.

 

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Comente esta notícia