Cuiabá, 09 de Agosto de 2022
logo

14 de Dezembro de 2017, 07h:00 - A | A

PAPO RETO / FRAUDES EM CONTRATOS

Ex-Secopa é condenado por desviar de R$ 6 milhões da Segurança Pública

DA REDAÇÃO



A Justiça condenou o ex-secretário extraordinário da Copa Maurício Guimarães por crime de fraude à licitação na compra e/ou venda de bens ou mercadorias na época em que era coordenador financeiro da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (antiga Sejusp).

De acordo com as investigações do Ministério Público, Guimarães teria fraudado documentos no contrato das empresas Pavicon Construções Ltda. e Braserv Locações e Serviços Ltda., que prestaram serviços de reforma e limpeza com preço maior que o praticado no mercado. O prejuízo aos cofres públicos teria chegado a R$ 6 milhões.

Como o processo está em segredo de Justiça, ainda, não é possível saber a pena aplicada contra o ex-secretário. No entanto, de acordo com a Lei 8.666/2017, este tipo de crime prevê detenção de 3 a 6 anos e pagamento de multa.

Os empresários Paulo César Leão, Sílvia Regina Lira de Andreato, Paulo Pereira Lessa, Edson Leandro Burigo também foram condenados na ação.

 

 

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

>>> Receba notícias no Telegram e fique bem informado

Comente esta notícia