Cuiabá, 06 de Julho de 2022
logo

21 de Junho de 2022, 14h:39 - A | A

NACIONAL / VEJA O VÍDEO

Na luta para ter o que comer, idosa chora em entrevista ao vivo

Dona Janete Evaristo lembrou a perda recente do marido e de uma filha e da batalha para alimentar mais quatro parentes. ‘Domingo a gente não tinha nada para comer’, disse.

Lívia Torres
RJ1



Uma idosa da Zona Norte do Rio chorou ao relatar, ao vivo no RJ1 desta terça-feira (21), a dificuldade de alimentar a família. O drama também levou às lágrimas a repórter que a entrevistava (veja acima).

Janete Evaristo era uma das muitas pessoas, nesta manhã, na fila do Prato Feito Carioca do Andaraí. O programa, da Prefeitura do Rio, distribui refeições a quem não tem o que comer — e era essa a situação na casa de Dona Janete, no vizinho Morro dos Macacos.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

>>> Receba notícias no Telegram e fique bem informado

Ela está desempregada e tem mais quatro bocas para alimentar — uma filha morreu há dois anos, e o marido, há seis meses.

A idosa se emocionou primeiro ao lembrar dos parentes que já se foram. Nesse momento, a repórter Lívia Torres interrompeu a entrevista, mas Janete pediu a palavra novamente — agora para relatar a dificuldade de botar comida na mesa.

Domingo a gente não tinha nada para comer. Eu estou desempregada, está muito difícil. Eu estou catando latinha, mas não dá. Eu não tenho ajuda de muita gente, então domingo a gente não tinha mesmo nada. Está muito difícil”, disse, voltando a chorar e enxugando o rosto.

Leia mais e veja o vídeo no G1

Comente esta notícia