Cuiabá, 06 de Outubro de 2022
logo

26 de Dezembro de 2013, 10h:51 - A | A

JUDICIÁRIO / SISTEMA BIOMÉTRICO

Recadastramento eleitoral já atingiu 8,7 milhões de pessoas

Justiça Eleitoral encerrou o ano alcançando mais da metade da meta de recadastramento biométrico

AGÊNCIA SENADO



A dez meses das eleições de 2014, a Justiça Eleitoral encerrou o ano alcançando mais da metade da meta de recadastramento biométrico: 8.710.969 eleitores participaram do processo, dentre 16 milhões de brasileiros que deverão ser recadastrados antes da votação marcada para outubro do próximo ano.

A implantação da biometria tem o objetivo de tornar mais segura a eleição, impedindo que uma pessoa tente se passar por outra no momento de ir à urna. São coletadas as impressões digitais de todos os dedos das mãos, a foto e a assinatura digital do eleitor, que também deve atualizar seus dados cadastrais ao comparecer ao cartório eleitoral.

O recadastramento biométrico teve início nas eleições de 2008, quando foi adotado experimentalmente em apenas três cidades: Colorado do Oeste (RO), Fátima do Sul (MS) e São João Batista (SC). Pouco mais de 40 mil eleitores foram, à época, identificados biometricamente.

Nas eleições gerais de 2010, mais de 1,1 milhão de eleitores — de 60 municípios, pertencentes a 23 estados — participaram do pleito após a identificação de suas impressões digitais. Nas eleições municipais de 2012, a tecnologia alcançou mais de 7,7 milhões de eleitores de 299 municípios de 24 estados.

Em 2013, começou a terceira etapa do programa, dessa vez com a meta de recadastrar mais 16 milhões de eleitores, de forma a possibilitar que 23,7 milhões de brasileiros estejam identificados biometricamente para as eleições de 2014.

Os locais que passam pelo recadastramento e as datas estão disponíveis no site do Tribunal Superior Eleitoral.

Comente esta notícia