facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 18 de Julho de 2024
18 de Julho de 2024

20 de Outubro de 2017, 08h:35 - A | A

GERAL / MAIS UMA CHANCE

Recadastramento para servidores com salário suspenso começa sexta

O servidor que não concluir o processo responderá Processo Administrativo Disciplinar (PAD) e só poderá voltar a receber após regularização por meio de processo.

DA REDAÇÃO



O prazo para os servidores inadimplentes realizarem a atualização cadastral será reaberto nesta sexta-feira (20). Entre servidores e empregados públicos, 791 pessoas tiveram os salários de outubro suspensos por não terem feito o recadastramento, realizado anualmente pela Secretaria de Estado de Gestão (Seges).

Os salários permanecem suspensos até que o servidor inadimplente realize a atualização cadastral anual pelo site da Seges, de modo inteiramente online. O servidor que não concluir o processo responderá Processo Administrativo Disciplinar (PAD) e só poderá voltar a receber após regularização por meio de processo.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

O processo de regularização deverá conter o requerimento padrão preenchido, o comprovante de conclusão da atualização cadastral extemporânea, além de apresentar cópia das três últimas folhas de frequência.

Como se recadastrar

Para se recadastrar é necessário acessar o site www.gestao.mt.gov.br e acessar o ícone lateral “Recadastramento 2017”. Ele deverá preencher todas as etapas do formulário que atualizará informações como e-mail e dados pessoais, cursos de capacitação, lotação, dependentes e vínculos, entre outros. Não será permitida a utilização de e-mail setorial, apenas e-mail pessoal ou institucional que seja de uso particular.

Na etapa final, a confirmação de vínculo deve ser feita pela chefia imediata, que é a pessoa que está diretamente ligada hierarquicamente ao servidor. O funcionário deve editar as informações de vínculo e adicionar a matrícula do chefe imediato para que ele realize a validação.

Ao final do processo, é importante emitir o comprovante de regularidade no recadastramento de 2017. Em caso de dúvidas ou problemas, o servidor deve procurar o setor de Recursos Humanos do órgão em que atua.

 

Comente esta notícia