Cuiabá, 08 de Fevereiro de 2023
logo

05 de Janeiro de 2023, 17h:32 - A | A

GERAL / INTERVENÇÃO EM CUIABÁ

Delegacia de Combate à Corrupção vai investigar possíveis irregularidades na Saúde

O gabinete de intervenção já constatou rombo de R$ 350 milhões nas contas da secretaria e empresa municipais

DO REPÓRTER MT



A Polícia Civil aguarda a conclusão do relatório do Gabinete de Intervenção Estadual na Saúde de Cuiabá para determinar a abertura de investigação de possíveis fatos criminais ocorridos na área. Caso sejam necessárias, as investigações serão por meio da Delegacia Especializada de Combate à Corrupção (Deccor).

Após a conclusão das apurações iniciais, pela equipe de intervenção, o relatório será encaminhado para análise da Controladoria Geral do Estado (CGE) e, em seguida, para o Ministério Público Estadual e a Deccor, que atuarão em conjunto.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Os possíveis inquéritos serão instaurados pela Polícia Civil, a partir das informações apontadas no relatório de intervenção.

LEIA MAIS - Interventor nega greve de médicos em setor do HMC; vídeo mostra local vazio e trancado

A delegada-geral da Polícia Civil, Daniela Maidel, pontua que a instituição cumprirá sua função de forma rigorosa e assertiva na apuração dos possíveis ilícitos penais, supostamente ocorridos na administração da saúde pública de Cuiabá.

A intervenção do Estado na saúde de Cuiabá foi decretada na semana passada, em decisão do desembargador Orlando de Almeida Perri, do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, atendendo pedido do MPE.

O gabinete de intervenção já constatou rombo de R$ 350 milhões nas contas da secretaria e empresa municipais, ausência de dinheiro em caixa, falta de insumos, medicamentos e médicos nas unidades de saúde de Cuiabá.

O período da intervenção, inicialmente, é de 180 dias ou até que sejam cumpridos os quesitos previstos na representação proposta pelo MP.

LEIA MAIS - Emanuel volta atrás e entra com novo recurso no STJ para derrubar intervenção

Comente esta notícia