Cuiabá, 02 de Fevereiro de 2023
logo

10 de Dezembro de 2014, 20h:45 - A | A

POLÍTICA / MORTE PRECOCE

Riva revela que Rabello seria novo presidente do PSD em Mato Grosso

Atualmente, a presidência da sigla está sob o comando do vice-governador Chico Daltro, que não conseguiu se eleger deputado federal.

ANA ADÉLIA JÁCOMO E MARCIA MATOS



O presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, deputado estadual José Riva (PSD), relatou durante velório de Walter Rabello (PSD), na tarde desta quarta-feira (10), o último contato que teve com o colega de parlamento e de partido, poucas horas antes do falecimento.

Rabello foi vítima de homorragia gástrica, em princípio confundida com um infarto, e chegou a ser encaminhado para o Pronto-Socorro de Cuiabá pelo Samu, mas faleceu no início da madrugada de hoje. Aos 48 anos, tinha acabado de ser eleito deputado estadual, era apresentador de tevê, cantor e deixa esposa com cinco filhos.

“Nunca vi o Walter ter qualquer problema com algum colega. Ele era uma pessoa muito querida por nós e com certeza vai deixar uma lacuna muito grande, tanto na Comunicação, quanto na Política”, disse Riva.

"Ele [Rabello] me falou sobre ele ser o presidente do partido, e eu disse que não via qualquer problema nisso".

Riva disse que falou com Rabello por volta das 19:30h e que lhe pareceu muito animado com os projetos políticos e pessoais que desenvolveria a partir de 2015. Ele contou que recentemente Rabello solicitou que lhe fosse confiado a presidência do Diretório Regional do PSD, proposta essa que teria sido bem vista por Riva.

De acordo com o deputado, Rabello costumava contar sobre seu emagrecimento e dedicação aos exercícios físicos diários, sem nunca ter reclamado de qualquer mal estar ou suspeita de doença coronária ou estomacal. Segundo Riva, Rabello esteve em um jantar com o deputado eleito Botelho (PSB), e teriam combinado se voltar a se falarem após o encontro.

“A gente conversava muito sobre ele ter perdido muito peso. Ele dizia que estava fazendo muito exercício. Ontem conversei com ele por volta das 19:30h, falamos sobre projetos políticos, sobre futuro, sobre o partido... Ele me falou que ai ter um jantar com o Botelho e que depois iríamos nos falar. E logo depois recebi a noticias da morte. Ele me falou sobre ele ser o presidente do partido, e eu disse que não via qualquer problema nisso”, completou Riva.

Atualmente, o PSD está sob o comando do vice-governador Chico Daltro, que tentou se eleger deputado federal, mas foi derrotado nas urnas.

Comente esta notícia