facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 13 de Junho de 2024
13 de Junho de 2024

22 de Maio de 2024, 08h:54 - A | A

POLÍCIA / CARRASCOS DE FACÇÃO

Operação prende 9 e interna 3 menores por assassinato com requintes de crueldade

Walisson Wilker Rodrigues Borges foi morto por dívida de drogas. Ele foi espancado e arrastado pela rua até a casa onde foi assassinado pelo tribunal do crime.

DO REPÓRTERMT



A Delegacia de Polícia de Araputanga deflagrou, nesta quarta-feira, (22.05), a Operação Verdugos para cumprir 24 ordens judiciais, sendo 09 de prisão preventiva, três de internação de menores e 12 de busca e apreensão, contra membros de uma organização criminosa investigados por homicídio. As ordens foram cumpridas nas cidades de Araputanga, Mirassol D’Oeste e Cuiabá.

A investigação apontou que os investigados espancaram, até a morte, a vítima Walisson Wilker Rodrigues Borges, de 23 anos, no dia 09 de março deste ano, no bairro Cidade Alta, em Araputanga. Conforme a apuração da Polícia Civil, o crime foi cometido em razão de dívidas de drogas e de pequenos furtos, supostamente cometidos pela vítima.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

De acordo com delegado responsável de Araputanga, Fabrício Garcia Henriques, o crime ocorreu em plena via pública, à luz do dia, enquanto a vítima era arrastada aos gritos pelas ruas, até o local onde foi morta, uma casa identificada como uma espécie de “Tribunal do Crime”, para onde os desafetos da facção eram levados para receberem punições. Na casa, a vítima foi executada e depois seu corpo foi jogado no Rio Bugres.

Leia mais: Corpo de homem é encontrado no Rio dos Bugres preso em galhos

“Apesar da complexidade do caso, que envolve uma organização criminosa, desde o primeiro dia, as equipes de investigação estiveram em campo, logrando êxito na localização do corpo e na identificação de todos os coautores deste crime brutal. Foram angariados elementos robustos, suficientes para a decretação da prisão preventiva e internação dos suspeitos, como forma de preservar a ordem pública, a conveniência da investigação criminal e a aplicabilidade da lei penal”, destacou o delegado.

A operação contou com a participação de mais de 50 policiais civis, com equipes das Delegacias de Araputanga, Porto Esperidião, São José dos Quatro Marcos, Mirassol d’Oeste, Rio Branco e de Cáceres (Municipal, Derf e Regional). Em Cuiabá, os mandados foram cumpridos por equipes da Polinter.

Verdugos se refere a pessoas que executam penas de morte e aplicam castigos corporais. É sinônimo de carrasco, algoz, tendo em vista o modus operandi dos suspeitos ao cometerem este crime.

Comente esta notícia