Cuiabá, 02 de Julho de 2022
logo

Sexta-feira, 21 de Outubro de 2011, 11h:36 - A | A

SANTA ROSA

Garota de programa é estuprada por 10 na avenida Antártica

Segundo a mulher, rapaz a contratou para um programa, mas havia mais nove no local

DA REDAÇÃO

Polícia tenta localizar 10 rapazes que estupraram uma garota de programa que foi contratada por um deles, no Santa Rosa, bairro de classe média alta de Cuiabá. O que a garota não esperava era encontrar mais nove rapazes, convidados daquele que a contratou para um programa sexual.

De acordo com informações da Polícia, a orgia sexual ocorreu numa residência de luxo, na Avenida Antárctica, a principal do bairro. A garota teria se recusado a manter relação sexual com os demais, mas sofreu abuso. Na delegacia, ela informou que havia bastante cocaína na casa e que os rapazes fizeram uso do entorpecente.

O sexo grupal ocorreu entre meia-noite e três da manhã desta sexta-feira, quando a garota conseguiu escapar, pulando o muro e pedindo ajuda a um motorista, que a deixou próximo de uma viatura da Polícia Militar.

Os policiais, vendo-a toda lesionada, a levaram até a agência onde ela trabalha como garota de programa.

Segundo o advogado da garota, Márcio Sales, os autores do estupro são jovens de classe média alta, na faixa etária entre 21 e 25 anos. “Eles praticaram o crime de estupro, lesão corporal e cárcere privado, uma vez que ela ficou presa e não a deixaram sair”, explicou.

A jovem relatou que foi contratada por um rapaz com o qual fez programa no dia anterior. Eles teriam combinado de ir na residência e usaram um táxi. Ao chegar no local, no entanto, ela se deparou com mais nove rapazes, todos de cueca. Além disso, havia vários preservativos em cima da mesa, o que leva à suspeita de que tudo havia sido premeditado.

“Minha cliente disse que se recusou fazer qualquer programa com mais de um rapaz. Então, foi agarrada pelos rapazes e três deles abusaram sexualmente dela, na piscina. Em seguida, a trouxeram para a sala, onde os demais também a estupraram”, afirmou o advogado.

Por volta das 3 horas, a garota conseguiu escapar, pulando o muro. Ao ver que ela tinha fugido, os rapazes saíram à sua procura, mas não a encontraram. Márcio Sales disse que sua cliente conhece o rapaz que a contratou e que tem condições de identificar os demais que participaram do programa.
O caso está sendo investigado pela Delegacia da Mulher de Cuiabá.

Comente esta notícia

manoel de portugal 03/12/2011

ESTOU CHEGAND O HJ EM CUIABA , MAIS ISSO E PARA MIM UMA ARMACAOOOOOOOOOOOOOOOO, PO VCS QUE QUEREM JULGAR ALGUEM VE PRIMEIRO SEUS RABOS, E PUTA ESSA MULHER

DIZ EO MANOEL DE PORTUGAL 03/12/2011

VCS NAO QUEREM PUBLICAR ISSO SIM QUE PARTE NENHUMA

Anônimo 25/10/2011

Tomara que todos os envolvidos sejam punidos, conforme a lei prescreve. Não se deve desprezar garotas de programas ou rotulá-las. Ou afirmar "além de garota de programa, ela é ser humano". O respeito com elas deve ser mútuo, sem qualquer imposição de condição. No caso desse fato, trata-se de uma questão muito além, de jovens inconsequentes, que se julgam superiores e cometem crime. São verdadeiros criminosos! Que ela consiga colocá-los todos atrás das grades.

luis carlos 22/10/2011

É um absurdo um PAI vir defender um FILHO com tanta volupdez como este cidadão.Ai vai a pergunta se fosse a (FILHA,IRMÃ) será que seria assim.Quanto as drogas nossa que novidade .Cadeia neles!!!!!!!!!!!!!!!

Julia Beatriz 21/10/2011

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk... td a ver com garota de programa lucia..kkkkkkkkkkkkkkk

Lucia 21/10/2011

O rosa dessa imagem quase cegou minha visão, mto vermelho motel.

6 comentários

1 de 1