facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 20 de Junho de 2024
20 de Junho de 2024

20 de Dezembro de 2022, 19h:00 - A | A

POLÍCIA / DEMISSÃO E PROTESTOS

Dono de empresa mata a família e comete suicídio; funcionários ficam meses sem receber após o crime

Quase 200 empregados não receberam os salários e agora protestam em frente à empresa para obter o pagamento

R7



O dono de uma distribuidora de alimentos de Canoas (RS) matou quatro pessoas da família e cometeu suicídio em Porto Alegre. Por conta disso, os quase 200 funcionários da companhia ficaram meses sem receber seus salários. Agora, eles protestam em frente à empresa para obter o pagamento.

Eles chegaram ao trabalho na segunda-feira (19) e foram convocados para uma reunião, que, segundo o folheto, trataria de estratégias para o ano que vem.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

No entanto, foram comunicados por uma assessoria jurídica de que seriam demitidos, que a empresa havia decretado falência e que eles só seriam pagos após o leilão dos bens.

Octávio Driemeyer Júnior, 44, era o sócio da empresa. No fim de abril, ele matou a esposa, o filho de 14 anos, a mãe e a sogra a tiros. Depois, tirou a própria vida. Leia mais em R7

Comente esta notícia