Cuiabá, 29 de Setembro de 2022
logo

06 de Dezembro de 2013, 10h:33 - A | A

POLÍCIA / ACERTO DE CONTAS

\'Comerciante\' leva 4 tiros nas costas e morre ao abrir bar em Cuiabá

Homicídio ocorreu no bairro Tancredo Neves. O morto já havia sido vítima de uma tentativa de homicídio na semana passada, mas escapou, mesmo sendo baleada

JOÃO RIBEIRO
DA REDAÇÃO



O comerciante Luís Carlos Vasconcelos, de 55 anos, que já tem passagem pela Polícia por tráfico de drogas, foi morto com quatro tiros nesta sexta-feira (06), por volta das 6h, no bairro Tancredo Neves, na região da Grande Morada da Serra, em Cuiabá.
Segundo informações da Polícia Militar, a vítima iniciava o horário de expediente, quando o suspeito, Luciano Roberto Gonçalves, invadiu o estabelecimento, atirou quatro vezes nas costas do comerciante e fugiu à pé. A vítima já havia sido alvo de pistoleiros na semana passada, quando foi baleada três vezes.

“Na semana passada ele levou três tiros de raspão em uma tentativa de homicídio, porém dessa vez não teve sorte”, explicou o capitão Ormar, do 3º Batalhão da PM.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Testemunhas acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), mas quando a ambulância chegou Luís já estava morto. Uma guarnição da PM fez rondas pela região, mas não conseguiu prender o suspeito.

Conforme o policial, o homicídio pode ser uma execução, devido às características do crime.

“A vítima e o suspeito têm passagens na Polícia por tráfico de drogas. Ainda estávamos investigando, mas o homicídio deve ser por dívida de drogas”, destacou.
A Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) vai investigar o assassinato.

MAIS MORTES

No fim da tarde desta quinta-feira (05), o empresário Adelino Ferreira de Souza, de 64 anos, reagiu a um assalto no escritório da loja dele e foi morto com um tiro. Dois homens, suspeitos de terem cometido o crime, fugiram. Até o fechamento desta matéria eles ainda não haviam sido presos.

Com essas duas mortes a capital já registrou 187 homicídios neste ano. Até o momento novembro foi o mês mais violento, tendo 28 assassinatos. Grande parte das vítimas estavam envolvidas com a criminalidade.

Comente esta notícia