Cuiabá, 03 de Fevereiro de 2023
logo

26 de Novembro de 2014, 11h:15 - A | A

POLÍCIA / "NOIVA" DA CADEIA

Bandido estupra mulher em terreno baldio e apanha do marido da vítima após ser preso

A mulher foi abordada pelo homem e levada até um terreno baldio, onde foi violentada, na manhã desta quarta-feira (26). Horas depois, o suspeito foi localizado pelos policiais militares do 4º Batalhão e detido, na mesma região.

JOÃO RIBEIRO
DA REDAÇÃO



José Ivanildo da Silva, de 40 anos, foi preso após estuprar uma mulher, de 32 anos, em um matagal do bairro Cohab São Mateus, em Várzea Grande.

A mulher foi abordada pelo acusado e levada até um terreno baldio, onde foi violentada, na manhã desta quarta-feira (26). Horas depois, o suspeito foi localizado pelos policiais militares do 4º Batalhão e detido, na mesma região.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Aos PM’s do 4º BPM, a vítima contou que por volta das 7h estava indo para o ponto de ônibus com uma amiga, quando foram abordadas por José, que estava em uma Honda Biz, com placas KAP – 9710.

José teria apontado uma arma para as mulheres e exigido que a vítima subisse na garupa da moto. Após a mulher montar na motocicleta, o suspeito a levou até um matagal e a estuprou.

Em seguida, o estuprador voltou ao mesmo local que abordou as vítimas para tentar capturar a amiga dela. No entanto, a moça já tinha fugido e acionado a Polícia Militar. Com a saída do suspeito,  E. fugiu do cativeiro, se escondendo na própria casa, também no bairro Cohab São Mateus.

Com a denúncia, os PM’s inciaram as rondas e encontram José saindo de um matagal todo sujo. Ao ver a viatura, ele tentou fugir, mas foi cercado e preso.

Indagado sobre o crime, ele disse que escondeu a moto em uma casa abandonada, mas que não teria usado nenhuma arma para ameaçar as vítimas.

Detido, ele foi levado até a vítima, que o reconheceu. Muito exaltado, o marido de E. partiu pra cima do bandido dando-lhe socos na cara. Ele foi contido por PMs. José foi encaminhado a Central de Flagrantes e autuado por estupro. Ainda hoje (26), ele deve ser transferido para uma cela no presídio Capão Grande.

Na cadeia, nem mesmo os piores bandidos aceitam conviver com estupradores. José deve ter dias difícieis pela frente para pagar pelo crime, já que os presos costumam fazer com gente desse tipo o mesmo que elas fazem com suas vítimas. 

Comente esta notícia