Cuiabá, 09 de Agosto de 2022
logo

17 de Dezembro de 2017, 10h:28 - A | A

PAPO RETO / AÇÃO TRABALHISTA

Rui Ramos anula bloqueio de R$ 13 milhões para pagar Fundação de Saúde

DA REDAÇÃO



O desembargador Rui Ramos, presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), derrubou o bloqueio de R$ 13,3 milhões da Conta Única do Governo do Estado, que havia sido determinado pelo Juízo da 6ª Vara Cível de Sinop (503 km de Cuiabá).

O dinheiro foi bloqueado em uma ação movida pela Fundação de Saúde Comunitária de Sinop.

A instituição geriu o Hospital Regional de Sinop até o dia 30 de novembro e alega que não recebeu os repasses equivalentes aos últimos três meses de atuação, o que comprometeu o pagamento de fornecedores e prestadores de serviço, além do atraso de três meses de salários dos funcionários e de cinco meses dos médicos da unidade.

"Aliás, nessa ação trabalhista, que inclusive trata das verbas salariais em atraso dos profissionais da saúde, somente não se pôde efetuar o pagamento dos valores empenhados em razão do bloqueio realizado por conta da decisão liminar que se pretende suspender a execução", diz trecho da decisão.

O magistrado afirmou que não há um consenso quanto aos valores devidos pelo Estado à fundação, uma vez que foram juntados na ação relatórios de auditorias que apontam irregularidades no cumprimento de metas e na prestação dos serviços por parte da institutição.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

>>> Receba notícias no Telegram e fique bem informado

Comente esta notícia