facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 19 de Junho de 2024
19 de Junho de 2024

29 de Dezembro de 2022, 19h:20 - A | A

PAPO RETO / REI DO FUTEBOL

Políticos de MT se despedem de Pelé

DO REPÓRTER MT



“Rei do futebol”. Foi assim que vários nomes da política de Mato Grosso se referiram a Pelé, que morreu na tarde desta quinta-feira (29), em São Paulo. O governador Mauro Mendes (União) foi um dos que deixaram mensagem ao ex-jogador nas redes sociais. Ele aproveitou para prestar condolências à família e amigos.

“Dia triste para todos nós brasileiros e mato-grossenses. Perdemos uma lenda do futebol que, com seu talento, proporcionou muitas alegrias ao povo e engrandeceu o nosso país ao redor do mundo”, escreveu o Mauro.

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), também deixou uma mensagem em seu Instagram, exaltando Pelé. “Considerado o maior jogador de futebol de todos os tempos, sua partida nos pegou de surpresa. O eterno Rei do futebol deixará lindas lembranças com suas conquistas pelo Brasil, além de muita saudade. Pode descansar, REI! Jamais esqueceremos do seu legado”, publicou.

O deputado Eduardo Botelho (União), presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, afirmou ser um dia triste. “O eterno Camisa 10, era mineiro de Três Corações, inigualável jogador que também foi ministro dos Esportes, uma perda irreparável para todos. Ele nos deixa aos 82 anos, quando lutava contra um câncer de cólon. Rogo a Deus que na sua infinita bondade acalente familiares, amigos e, todos nós, fãs do Rei do Futebol”.

O deputado estadual Wilson Santos (PSD) publicou uma foto com Pelé e lamentou a morte do Rei. “Hoje o Brasil perde um de seus maiores ídolos. [...] Pelé conquistou 3 Copas do Mundo com a Seleção, sagrou-se o maior goleador do Brasil por décadas, foi embaixador mundial do futebol e tem uma carreira que se confunde com a história do esporte”.

O futuro ministro da agricultura, Carlos Fávaro (PSD), também prestou suas condolências. “No céu, uma constelação. De Três Corações, as três primeiras estrelas que nos consagraram país do futebol. Seu futebol arte parou uma guerra e encantou uma, duas, três e quantas fossem as nações que lhe vissem. Eu me encantei pelo Santos do Rei Pelé. Eu vibrei pelo Brasil do Rei Pelé. E que me desculpe Charles Miller, se pai é quem cria, quem embalou e mais criou no futebol foi ele: Edson Arantes do Nascimento. E agora, do renascimento. O Brasil do futebol renasce com sua majestade imortalizada. Quem tem legado não deixa despedida, deixa a eterna inspiração”.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Comente esta notícia