Cuiabá, 30 de Janeiro de 2023
logo

19 de Dezembro de 2014, 10h:11 - A | A

NACIONAL / GUERRA ELEITORAL

PSDB pede cassação de Dilma e diplomação de Aécio como presidente

Segundo os oposicionistas, Dilma deve perder a Presidência porque fez uso da máquina administrativa e praticou abuso do poder econômico durante a campanha

UOL



Minutos antes do início da cerimônia de diplomação de Dilma Rousseff (PT), o PSDB pediu nesta quinta-feira (18) ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral) a cassação do registro de candidatura da presidente reeleita e do vice, Michel Temer (PMDB).

Além disso, os tucanos solicitaram que o tribunal diplome Aécio Neves e Aloysio Nunes para os cargos de presidente e vice-presidente da República, respectivamente.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Segundo os oposicionistas, Dilma deve perder a Presidência porque fez uso da máquina administrativa e praticou abuso do poder econômico durante a campanha. Para o partido, estas supostas práticas "comprometeram a legitimidade das eleições".

Os tucanos usam como exemplos de supostas irregularidades "a convocação imprecisa de redes de rádio e televisão para pronunciamentos, a manipulação de indicadores sócio-econômicos, o uso de prédios públicos, entre outros."

Antes da cerimônia de diplomação, marcada para começar às 19h na sede do TSE, em Brasília, o presidente do PT, Rui Falcão, minimizou o recurso. "Deixa a oposição criar seus factoides."

O tribunal não tem data para julgar o pedido, e a diplomação de Dilma irá ocorrer normalmente.

Aécio teve 48,36% dos votos no segundo turno das eleições, contra 51,64% de Dilma. Foi a vitória presidencial mais apertada desde a redemocratização do país.

Comente esta notícia