Cuiabá, 01 de Dezembro de 2022
logo

06 de Dezembro de 2016, 14h:19 - A | A

NACIONAL / MUNDO

Pai mata bebê de 7 meses após menina cair de trocador e ele se recusar a socorrê-la

O homem tem um transtorno depressivo e tinha parado de tomar a medicação algumas semanas antes da morte da criança.

EXTRA GLOBO



Um pai admitiu ter matado a filha de 7 meses em Perth, na Austrália. Paul Cosgrove, de 24 anos, estava sozinho com a menina em casa quando deixou-a cair do trocador de fraldas. Em seguida, ele se recusou a levá-la a um médico ou pedir socorro. As informações são do “Daily Mail” Austrália.

A promotora Amanda Burrows disse no tribunal nesta terça-feira que, no começo do dia, em setembro do ano passado, ele dormiu no sofá e deixou a menina cair. A criança aparentava estar instável e Cosgrove a deixou com um vizinho, alegando que ele tinha uma entrevista de emprego. Em vez disso foi fazer uma massagem e beber álcool. Mais tarde ele a deixou sobre o trocador e, depois, a encontrou com os olhos revirados. Cosgrove, em seguida, adormeceu com o bebê e tentou, sem sucesso, acordá-la com tapas.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Ele levou Lily para a casa dos avós e ligou para a esposa, Emma. Ele se recusou a levar a menina a um hospital e, a menina acabou morrendo mais tarde quando, finalmente, foi levada ao hospital. O advogado de Cosgrove disse que ele não machucou a menina, mas foi negligente e incapaz de levá-la ao médico em tempo hábil. Ele disse que estava arrependido e nunca tinha maltratado Lily.

O homem tem um transtorno depressivo e tinha parado de tomar a medicação algumas semanas antes da morte da criança. Cosgrove se declarou culpado de ilegalmente matar a criança por negligência criminosa e falhar em seu dever de cuidador. A Justiça vai divulgar a sentença do pai no próximo dia 20 de dezembro.



Comente esta notícia