Cuiabá, 05 de Dezembro de 2022
logo

27 de Dezembro de 2016, 13h:22 - A | A

NACIONAL / "SEM CONDIÇÕES DE CUIDAR"

Pai coloca filho de 5 meses à venda em site na noite de Natal

Segundo a OLX, anúncio foi retirado do ar após uma hora pelo próprio usuário, que foi banido do portal

CATRACA LIVRE



O caso foi denunciado por um plantonista do Conselho Tutelar de Fortaleza e está sendo investigado pela Delegacia de Combate à Exploração da Criança e do Adolescente, segundo informações do "Diário do Nordeste". O anunciante se identificou como sendo morador do bairro Cocó, zona norte da capital cearense.

O ato de entregar "filho ou pupilo a terceiro, mediante paga ou recompensa" é crime previsto no ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente), sob pena que quatro anos de prisão e multa tanto para quem pratica o ato de "venda" quanto para quem "compra" a criança. Denuncie casos de violação de direitos de crianças ou adolescentes pelo Disque 100.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

A OLX divulgou nota afirmando que "repudia a atitude e lamenta profundamente o ocorrido, pois isso viola completamente os Termos e Condições de Uso do site" e que está à disposição para colaborar com a investigação. No texto, informou também que o usuário autor do anúncio foi banido do portal.

 

Comente esta notícia