Cuiabá, 30 de Novembro de 2022
logo

30 de Setembro de 2022, 14h:32 - A | A

NACIONAL / MONKEYPOX

Homem descobre que "afta" na boca era varíola dos macacos e relato viraliza

Especialista explica que pústula bucal pode ser confundida com afta e herpes

BEATRIZ OLIVETTI
TÁ SAUDÁVEL



Em meio ao surto de varíola dos macacos, doença cujos números são crescentes no Brasil, um usuário do Twitter chamou atenção ao publicar seu relato. João Pinheiro publicou uma série de posts falando sobre sua confusão ao identificar a lesão característica da infecção.

Tudo começou quando o rapaz encontrou uma lesão no lábio inferior. Por acreditar que se tratava de uma afta, João demorou a descobrir que se tratava de uma pústula da monkeypox.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

A lesão progrediu até que ele precisasse ser internado. Os dois quadros podem, sim, se confundir no início, mas há como diferenciá-los.

Homem confunde varíola dos macacos com afta


João Pinheiro publicou, recentemente, um relato referente ao diagnóstico de varíola dos macacos nas redes sociais.

De acordo com ele, tudo começou quando uma pequena pústula surgiu em seu lábio inferior, juntamente com cansaço e fadiga, que ele associou ao calor excessivo que fazia na região onde ele estava.

Ele conta que, por isso, inicialmente não deu muita atenção ao quadro, mas logo passou a sentir os gânglios da região do pescoço inchados, febre moderada e dores nas articulações.

João foi submetido a exames e diagnosticado com varíola dos macacos. Na sequência, novas erupções apareceram.

O jovem também caracterizou a dor da pústula como a de "vários cacos de vidro sendo apertados por um alicate".

João usou a plataforma para informar que foi internado e está passando pelos tratamentos necessários para tratar a doença.

É possível confundir afta com varíola dos macacos?
A varíola dos macacos, cujo nome original é "monkeypox", é uma zoonose viral, ou seja, transmitida, a princípio, de animais para seres humanos.

Atualmente, a transmissão se dá também entre humanos e os primeiros sintomas da doença, em geral, são febre, calafrios, mal-estar, aumento dos gânglios, dores de cabeça e também nas articulações.

Embora afetem, geralmente, o rosto, as palmas das mãos, as solas dos pés, as lesções também podem aparecer em mucosas genitais e até nos olhos e boca.

O infectologista Evaldo Stanislau de Araújo, membro da diretoria da Sociedade Paulista de Infectologia, afirma a Tá Saudável que a pústula bucal pode, sim, ser confundida com uma afta no início do quadro.

"Uma característica importante é que essas lesões podem causar dor frequentemente. Pode ter uma área de vermelhidão, depois aparece a lesão, que estufa e toma forma de vesícula, que pode ser confundida com a afta, ou até com herpes", explica.

O especialista frisa que o quadro pode evoluir, gerando uma úlcera mais profunda, causando dor latejante e inchaço.

"Se aparecer apenas uma lesão, é importante que a pessoa faça o teste para identificar se ela está ou não com a monkeypox. Mas essas pústulas, no caso da varíola, costumam vir acompanhadas de dores de cabeça, dores nas articulações, febre e inchaços nos linfonodos, o que não existe na afta comum", explica. Leia mais em Tá Saudável

 

Comente esta notícia