Cuiabá, 01 de Dezembro de 2022
logo

30 de Dezembro de 2016, 09h:28 - A | A

GERAL / CHAPADA QUEBRADA

Sem dinheiro, Prefeitura cancela festa de tradicional réveillon

A tradicional festa gratuita, que costuma ocorrer na praça central da cidade, foi cancelada por falta de condições financeiras do Município

RAFAEL DE SOUSA
DA REDAÇÃO



A crise política e financeira em Chapada do Guimarães (a 67km de Cuiabá) cancelou a tradicional festa de réveillon do município, que seria realizada neste sábado (31).

A Prefeitura alega não ter recursos suficientes para custear o evento, que iria atrair cerca de 50 mil pessoas à praça Dom Wunibaldo, no Centro da cidade.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Este ano, as atrações no município turístico serão apenas relativas à ações como feiras de artesanato, pinturas, oficinas para as crianças e comercialização de pratos típicos, o que será disposto na praça central da cidade até o dia 10 de janeiro.

Apesar do cancelamento da festa popular, o fluxo de turistas deve continuar grande e por isso a economia local não deve sofrer impacto tão forte devido as festas privadas da virada de ano.

Comerciantes, donos de pousadas e hotéis afirmaram ao que o cancelamento não ocasionou queda nas vendas e nem no número de hospedagens. 

A crise que preocupa no munícipio, que está sob intervenção do Governo do Estado, é quanto às contas públicas, consideradas críticas por órgãos de fiscalização.

O prefeito Lisú Koberstain (PMDB) não apresentou as contas de gestão referentes aos anos de 2015 e 2016. Por esse motivo, o Tribunal de Contas do Estado (TCE) recomendou que o governador Pedro Taques (PSDB), decretasse a intervenção do Estado no Município, o que ocorreu no último dia 17.

O secretário-controlador geral Ciro Rodolpho Gonçalves deve comandar a Prefeitura até o dia 31 de dezembro deste ano.

O objetivo é assegurar a prestação de contas do município, dentro do que prevê a legislação, e garantir a continuidade dos serviços públicos prestados pelo Executivo, além de providenciar a responsabilização pelas causas de intervenção e outras irregularidades que tenham acontecido na Prefeitura de Chapada dos Guimarães.

 

 

 

.

Comente esta notícia

Paula 01/01/2017

complicado para os comerciantes que perderam de faturar uma grana....

1 comentários

1 de 1