facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 15 de Julho de 2024
15 de Julho de 2024

19 de Novembro de 2017, 10h:50 - A | A

GERAL / AMPLIAÇÃO DO ESPAÇO

Governo inicia processo para concessão da Arena Pantanal à iniciativa privada

O Executivo analisa a possibilidade de parcerias público-privada (PPP) nas modalidades patrocinada e administrativa, no âmbito da administração direta e indireta.

CAROL SANFORD
DA REDAÇÃO



O Governo do Estado autorizou as empresas OAS Arenas S.A e Latin United Arenas Participações Esportivas e Administração S.A a começarem os estudos de viabilidade de concessão da Arena Pantanal à iniciativa privada.

A autorização é para que as empresas viabilizem alternativas contratuais para manutenção e ampliação das atividades na Arena. Os estudos deverão incluir os possíveis modelos de exploração para além do futebol, como comércio, lanchonetes, serviços, shows, eventos culturais, de entretenimento, que abranjam a utilização máxima do espaço.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

O Executivo analisa a possibilidade de parcerias público-privada (PPP) nas modalidades patrocinada e administrativa, no âmbito da administração direta e indireta. Contratos de concessão e outros modelos, com ou sem participação do Governo, também devem ser estudados.

Além das empresas autorizadas, outras interessadas poderão entrar no processo, em um prazo de 30 dias. Os trabalhos devem ser finalizados em 90 dias e entregues ao Conselho Gestor do Programa Estadual de Parcerias Público-Privadas de MT (MT Par) e à Secretaria de Estado de Educação, Esporte e Lazer (Seduc).

O chamamento foi publicado no Diário Oficial do Estado do dia 6 de novembro e estabelece que “a expedição e publicação desta autorização implica à empresa autorizada a ciência de que todas as atividades desenvolvidas e os produtos entregues não geram direito de preferência para a outorga de concessão e nem obriga o Poder Público a realizar a licitação para contratação do objeto proposto”.

O Governo também definiu que a aprovação do estudo não implica em qualquer direito à compensação dos custos tidos pelas autorizadas.

A Arena Pantanal está com 96% da obra concluída e o Governo discute na Justiça a retomada das obras pela empresa Mendes Júnior Trading e Engenharia S.A.

A obra foi prevista para a Copa do Mundo, em 2014. Desde então, a Arena tem recebido jogos e outros eventos, mesmo com sua estrutura interna comprometida. A Seduc também mantém uma escola no local.

arena mtpar.jpg

 

Comente esta notícia

Carlos Nunes 19/11/2017

Pois é, o mal do Brasil é esse...o Governo torrar Milhões em determinada obra, e esta, depois de pronta, ser entregue pra iniciativa privada por 30 anos, ou mais. Assim é fácil, constrói e depois entrega. Não seria melhor a iniciativa privada fazer a obra e depois explorá-la? Assim não querem...Fizeram a Arena Pantanal só pra ter 4 jogos mixurucas da Copa...e em MT faz tempo que acabou o bom futebol. Agora até o Luverdense, que representava o Estado, caiu pra outra divisão. Futebol dos bons acabou faz tempo, ou não?

positivo
0
negativo
0

1 comentários

1 de 1