Cuiabá, 02 de Outubro de 2022
logo

21 de Setembro de 2022, 09h:59 - A | A

CONEXÃO PODER / MORTE DE JAPÃO

Emanuel sobre caso Paccola: Se isso não for quebra de decoro pode rasgar a Constituição

De acordo com Emanuel, não cabe a justificativa da defesa de que a Câmara não pode julgar o crime de homicídio qualificado, ao qual Paccola se tornou réu, mas o fato de ter matado alguém já condiz com a quebra de decoro parlamentar.

DO CONEXÃO PODER



O prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (MDB) detonou, em entrevista ao Conexão Poder, o pedido feito pela defesa do vereador tenente-coronel Marcos Paccola (Republicanos), pelo arquivamento do processo de cassação do mandato dele, pela morte do agente socioeducativo Alexandre Miyagawa. Para o gestor, não há dúvidas de que se trate de quebra de decoro parlamentar. (Continue lendo e assista)

Comente esta notícia

kdmi 29/09/2022

um vídeo de um sujeito colocando propina no paletó não é prova de crime

beto cenedesi 22/09/2022

Encher os bolsos do paleto com dinheiro publico tambem é.

2 comentários

1 de 1