facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 19 de Julho de 2024
19 de Julho de 2024

06 de Novembro de 2017, 13h:24 - A | A

VARIEDADES / COLEGAS DE QUARTO

Estudante contamina objetos de colega negra para fazê-la se mudar

Ela foi expulsa da universidade ao confessar ter cuspido em alimentos e colocado produtos estragados nos cosméticos da colega de quarto

METRÓPOLES



Um caso de preconceito e ódio repercutiu nas redes sociais nesta semana. Uma estudante de 18 anos foi expulsa da Universidade de Hartford, nos Estados Unidos, após contaminar a escova de dente, cosméticos e diversos pertences da colega de quarto, que é negra. Brianna Brochu queria provocar Chennel Rowe até que ela decidisse deixar o espaço que dividiam.

Em uma publicação no Instagram, que já foi apagada, Brianna disse: “Depois de um mês e meio cuspindo no óleo de coco dela, colocando molusco mofado em suas loções, esfregando tampões usados em sua mochila, colocando a escova de dentes dela em locais onde o sol não alcança, e muito mais, finalmente posso dizer adeus para a Barbie jamaicana”.

>> Clique aqui e participe do grupo de WhatsApp 

 , em outra rede social, fez um vídeo contando que, ao ler a publicação da ex-colega de quarto, entendeu porque se sentiu mal diversas vezes. “Eu me mudei porque senti que não era querida em meu próprio quarto”, afirmou a jovem.

Internautas reagiram com revolta às atitudes de Brianna por meio do compartilhamento da hashtag #justiceforjazzy (Justiça para Jazzy, em português), sendo Jazzy o nome utilizado por Chennel no Facebook.

Comente esta notícia