facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 14 de Julho de 2024
14 de Julho de 2024

22 de Outubro de 2017, 07h:55 - A | A

VARIEDADES / ESTUDO

Com cerveja, carne de churrasco é menos prejudicial à saúde

O motivo seria a produção de hidrocarbonetos aromáticos policíclicos (PAHs), que acaba sendo minimizada com o uso da bebida

MINHA VIDA



Pode parecer um sonho, mas é verdade, a cerveja pode fazer você comer a carne do churrasco com menos peso na consciência. Porém, antes de sair comendo como se não houvesse amanhã, entenda melhor como isso funciona.

De acordo com um estudo da Universidade do Porto, em Portugal, marinar a carne na cerveja antes de fazer o churrasco pode deixá-la menos prejudicial à saúde. O motivo seria a produção de hidrocarbonetos aromáticos policíclicos (PAHs), que acaba sendo minimizada com o uso da bebida. Essa substância pode ser nociva à saúde e já foi associada à uma maior incidência de casos de câncer colorretal.

>> Clique aqui e participe do grupo de WhatsApp 

 

 

O estudo mostrou que os antioxidantes da cerveja são capazes de impedir a produção de PAHs. Assim, o melhor momento de incluir a cerveja é antes de levar a carne para a grelha, durante a marinada.

Qual cerveja é melhor?

Para o teste, foram usados dois tipos de cerveja bastante comuns: a pilsen e a cerveja preta. Além disso, também foi feita uma amostra sem o uso de cerveja para incluir no comparativo. Entre os resultados, a carne sem cerveja teve o pior resultado: 21 nanogramas de PAHs por grama.

Já a carne marinada em cerveja pilsen apresentou 18 nanogramas de PAHs por grama. Por fim, a carne que estava com cerveja preta teve o melhor resultado, com 10 nanogramas de PAHs por grama.

Comente esta notícia