Cuiabá, 26 de Setembro de 2022
logo

31 de Dezembro de 2013, 11h:52 - A | A

POLÍCIA / VÁRZEA GRANDE

Travesti \'gerente de festa\' mata jovem com tiro na cabeça por causa de R$ 7,00

Crime ocorreu por volta das 5h desta terça-feira (31)

MAYARA MICHELS
DA REDAÇÃO



Foi assassinado com um tiro na cabeça o jovem Bruno da Silva Saratt, de 23 anos, após, supostamente, ter invadido uma festa pulando o muro. O crime ocorreu no bairro Carrapicho, em Várzea Grande.

Segundo informações de testemunhas, o tiro foi disparado pela 'gerente' da festa, o travesti Raíssa, que dizia a todo o momento que, caso alguém tentasse entrar  sem pagar o ingresso de R$ 7, iria levar tiro na cabeça.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Bruno desafiou e pulou o muro para entrar. A 'gerente' foi avisada e partiu para cima do jovem. Relembrando o que havia dito a ele, disparou o tiro na cabeça de Bruno, à queima roupa. O jovem morreu na hora.

O crime ocorreu por volta das 5h30 quando o dia começava a clarear. Com o tiro, todos saíram do local, inclusive Raíssa.

Investigadores da Delegacia de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) foram até o local e só havia alguns funcionários da 'casa'  e a família da vítima que chegou rapidamente.

O travesti já foi identificado e está sendo procurado pela Polícia. A expectativa é de que ele se apresente nas próximas horas, caso contrario será pedida sua prisão.

O travesti, se preso, deve responder por homicídio doloso (com intenção de matar) e pode pegar até 30 anos de cadeia.  

Comente esta notícia

J P 01/01/2014

olha não sei a fonte desta matéria, mais esse jovem que foi morto era um terror no bairro, roubava todas as casas da região aterrorizando os moradores, meu pai e minha mãe mora neste bairro e eles já foram vitimas desse marginal. Ele já tinha tentado roubar este bar três vezes. Um dia anterior ele tinha sido preso e solto no mesmo dia. Não apoiando a violência mais foi bom para os moradores, uma tranquilidade com este jovem fora das ruas.

1 comentários

1 de 1