Cuiabá, 04 de Julho de 2022
logo

Quinta-feira, 23 de Junho de 2022, 09h:57 - A | A

CPF CANCELADO

Traficante morre baleado durante confronto na fronteira com Bolívia

Luiz Fernando Rodrigues Jurile, de 36 anos, tentou atirar em policiais durante fuga e acabou baleado. Seu comparsa foi preso em flagrante.

JOÃO AGUIAR
DO REPÓRTER MT

Luiz Fernando Rodrigues Jurile, de 36 anos, morreu em confronto com policiais do Grupo Especial de Fronteira (Gefron), nessa quarta-feira (22), na fronteira com a Bolívia em Pontes e Lacerda (448 km de Cuiabá). Ele levava 64 tabletes de substância análoga à pasta base de cocaína dentro de um Fiat Uno.

De acordo com o boletim de ocorrência, os agentes faziam patrulhamento pela BR-174, quando avistaram dois veículos na via, sendo um Fiat Uno branco e um Chevrolet Celta.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

>>> Receba notícias no Telegram e fique bem informado

Quando perceberam a presença da viatura, eles reduziram a velocidade de forma brusca, o que chamou atenção dos policiais. Foi feita ordem de parada com sinais sonoros, mas os criminosos começaram a fugir.

Durante a fuga, o condutor do Celta tentou jogar o carro contra a viatura, mas acabou sendo abordado. Com ele, foi encontrado um rádio comunicador. Ele relatou que fazia a função de batedor e iria receber R$ 1,5 mil para apoiar o Uno.

Leia também

Operação prende quadrilha de roubo de defensivos em MT

Outra equipe continuou acompanhando o Uno, que estava fugindo em alta velocidade. Ele foi até a cidade, entrou em uma rua contramão e tentou fugir a pé. Quando desceu do carro, atirou nos policiais, que revidaram.

Momentos depois, os agentes encontraram Luiz Fernando caído e com a arma ao seu lado. Ele chegou a ser socorrido com vida para o hospital Vale do Guaporé, mas não resistiu aos ferimentos.

Dentro do Uno, os policiais encontraram um fardo de substância análoga à pasta base de cocaína, contendo 64 tabletes, avaliados em R$ 1,1 milhão, três rádios comunicadores e bases de recarga.

O criminoso preso e o material apreendido foram encaminhados para a Delegacia Especial de Fronteira, em Cáceres.

Comente esta notícia