facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 15 de Julho de 2024
15 de Julho de 2024

13 de Junho de 2024, 11h:25 - A | A

POLÍCIA / OPERAÇÃO PEDRA NO CAMINHO

PF investiga fraude em licitação para obras em cidade de MT; bando gerou prejuízo de R$ 3 milhões

Ficou constatado o direcionamento da contratação de empresa específica, posteriormente beneficiada com o recebimento indevido de recursos públicos.

APARECIDO CARMO
DO REPÓRTERMT



A Polícia Federal cumpre, nesta quinta-feira (13), 21 mandados de busca e apreensão em Rondolândia (1062 km de Cuiabá) e mais cinco cidades do estado de Rondônia, contra alvos acusados de desvio de recursos públicos, falsidade ideológica, frustração do caráter competitivo de licitação e associação criminosa.

Estima-se que até o ano passado, o grupo tenha causado um dano aos cofres públicos de quase R$ 3 milhões. 

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

As investigações tiveram início a partir de uma denúncia apontando irregularidades na contratação e execução de obra de pavimentação em blocos sextavados em vias urbanas da cidade de Rondolândia, com drenagem de calçadas.

Após a realização de diligências investigativas e exames periciais, a PF constatou elementos robustos que indicaram a restrição ao caráter competitivo do certame.

Também ficou constatado o direcionamento da contratação de empresa específica, posteriormente beneficiada com o recebimento indevido de recursos públicos a partir da suposta prática de fraudes documentais por servidores públicos de Rondolândia.

As outras cidades onde os mandados judiciais são cumpridos são: Jaru, Theobroma, Ministro Andreazza e Cacoal, todas em Rondônia.

Em relação ao procedimento licitatório, observou-se que haveria a utilização de recursos oriundos do Programa de Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento (FINISA).

Comente esta notícia