Cuiabá, 30 de Janeiro de 2023
logo

27 de Novembro de 2014, 18h:07 - A | A

POLÍCIA / IMPUNIDADE MÁXIMA

Morte de servidor da Sefaz por menor ao volante completa um ano

Na época o menor chegou de ser detido e ficou duas semanas no Centro Socioeducativo de Cuiabá (antigo Pomeri), no entanto, ganhou liberdade, semanas depois.

DA REDAÇÂO



A morte do servidor da Secretaria Estadual de Fazenda (Sefaz), Enéas Cardoso, completou um ano nesta quarta-feira (26). Ele foi atropelado junto com o publicitário Anderson Rafael, de 23 anos, e o operário Wanderlei Gomes Sopro, na Avenida Miguel Sutil, por um carro Hyundai IX 35, pilotado pelo menor M.H.P.H, de 14 anos.

Na época, o menor chegou de ser detido e ficou duas semanas no Centro Socioeducativo de Cuiabá (antigo Pomeri), no entanto, ganhou liberdade, semanas depois.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Na data exata da morte de Enéas, Cuiabá voltou a ser palco de outra tragédia no trânsito. Quando na madrugada da quarta-feira (26), o motorista Joaci Rabelo Júnior, de 29 anos, dirigiu na contramão, bateu no muro de contenção do viaduto da MT, - 040, na Fernando Côrrea da Costa e causou uma colisão envolvendo outros quatro veículos.

Nas colisões, uma pessoa morreu e outras sete ficaram feridas. Inclusive um cabo da PM, que ao flagrar o carro na contramão saiu da viatura para sinalizar e prender o motorista.  Ele foi atropelado e arremessado a vários metros.

Do total de vítimas, cinco continuam internadas no Pronto-Socorro de Cuiabá.

 

Comente esta notícia