Cuiabá, 30 de Junho de 2022
logo

Terça-feira, 08 de Novembro de 2011, 11h:29 - A | A

POMERI

Menores usam chuços e fazem agentes reféns para fugir

Os infratores foram colocados em quartos separados após a tentativa de fuga

MAYARA MICHELS

Dois adolescentes internados no Centro Socioeducativo do Complexo do Pomeri, causaram pânico e tumulto na noite desta segunda-feira (7), dentro da unidade. Os infratores fizeram dois agentes orientadores reféns para tentar fugir. A tentativa de fuga ocorreu por volta das 21h.

Os agentes foram rendidos no momento em que colocavam os infratores para dormir. Um adolescente de 17 anos trancou os dois agentes em uma das celas. Os menores, sendo um de 17 e outro de 18 anos, ameaçavam os agentes com chuços (armas artesanais feitas com pedaços de metais).

Assim que o terceiro agente passou pelo local e percebeu que dois estavam sendo feitos reféns, correu gritando para que os menores não o capturasse também. A Polícia Militar junto com outros agentes conseguiram libertar os reféns e apreender os chuços.  Após a tentativa de fuga, os dois foram colocados em celas separados.

A Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh/MT), por meio da Superintendência do Sistema Socioeducativo, informou que a situação na unidade socioeducativa de Cuiabá encontra-se dentro da normalidade.

Na oportunidade, esclarece que o incidente ontem, foi resolvido sem registro de feridos. Esclarece ainda que o fato ocorreu na ala da internação provisória onde estão abrigados 37 adolescentes em conflito com a lei. No local não há superlotação. Os adolescentes que se rebelaram o fizeram com a intenção de empreender fuga.

Os adolescentes envolvidos estão recolhidos em quartos separados dos demais. A direção da unidade registrou Boletim de Ocorrência sobre o fato e também já está tomando as providências necessárias que o caso requer.

Comente esta notícia