facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 23 de Junho de 2024
23 de Junho de 2024

14 de Novembro de 2022, 17h:12 - A | A

PODERES / "NEM TODO DESMATAMENTO É ILEGAL"

Mauro diz que Lula não pode prometer desmatamento zero: "Tem que seguir o que prevê a lei"

Governador deve encontrar com o presidente eleito nesta quarta-feira (16), na COP27, no Egito

THAIZA ASSUNÇÃO
DO REPÓRTER MT



O governador Mauro Mendes (União) afirmou que o presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), erra ao defender “desmatamento zero” na Amazônia Legal. Mauro declarou que Lula precisa seguir o Código Florestal, que já é uma das leis ambientais mais restritivas do mundo, e focar suas ações em combater o desmatamento ilegal, e não "fazer promessas ao arrepio da lei".

A declaração foi dada em entrevista à CNN, nesta segunda-feira (14). Mauro está  na 27ª Conferência da ONU sobre Mudanças Climáticas (COP 27), em Sharm El-Sheikh, no Egito.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

“O que vale no nosso país, não é eu o que penso, ou o presidente atual, ou o próximo presidente venha a pensar. O que vale é aquilo que está nas leis brasileiras. Nós podemos até, como agentes políticos, pensar diferente, e propor ao Congresso Nacional alguma mudança. Mas hoje, o que vale no Brasil é o Código Florestal Brasileiro, que é uma das leis ambientais mais restritivas do Mundo.”

O governador lembrou que, pouco tempo atrás, conversou com produtores da Noruega e Dinarmarca e eles ficaram sem entender o motivo de que, no Brasil, um produtor que tem mil hectares de terra, só pode usar 200 para produzir, já que o restante, ou seja, 80%, precisa ser preservado.

“Mas essa é a lei brasileira. E essa lei precisa ser respeitada, porque ela já é a mais restritiva do mundo, provavelmente. Não podemos falar de desmatamento zero, porque senão nós estaríamos abrindo mão desses 20%”, afirmou.

“O que nós temos que falar - e é o que faço no meu Estado e que devemos fazer no Brasil - é combater o desmatamento ilegal. Se alguém está fazendo fora do que permite a legislação, nós temos que aplicar no rigor da lei todas as sanções previstas. Nem eu e nem ninguém pode defender algo que seja diferente daquilo que está na lei. Você pode defender a mudança da lei, mas não defender ao arrepio da nossa legislação”, acrescentou.

Mauro deve se encontrar com Lula nesta quarta-feira (16), na COP27, para tratar sobre o desmatamento da Amazônia Legal. Mauro declarou que vai conduzir o diálogo em cima do Código Florestal.

“Se já temos isso [lei dura], a minha baliza, nesse diálogo com o presidente Lula, será o Código Florestal Brasileiro. Qualquer cidadão pode querer e tem o direito de discutir mudanças nas leis, porém a nós, a mim, como governador do meu Estado, tenho usado milimetricamente aquilo que está no Código Florestal e assim que nós vamos conduzir o nosso diálogo com o Governo Federal”, concluiu.

Comente esta notícia