facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 18 de Julho de 2024
18 de Julho de 2024

29 de Novembro de 2017, 22h:00 - A | A

PAPO RETO / "EMPACOU"

Deputados federais adiam votação do FEX por causa de medidas provisórias

DA REDAÇÃO



Mesmo após um requerimento de urgência, a bancada de Mato Grosso na Câmara Federal não conseguiu colocar o Projeto de Lei que prevê a liberação de quase R$ 500 milhões referente ao Fundo das Exportações (FEX) para Estado em votação na noite de quarta-feira (29).

De acordo com o deputado Fábio Garcia, o projeto não foi para o Plenário porque há duas medidas provisórias trancando a pauta da Câmara e, com isso, o FEX só deverá ser votado na semana que vem.

“Apesar do nosso esforço não conseguimos votar o FEX porque existem as medidas 795, que é a mais polêmica porque trata sobre do pacote de incentivos para fomentar a cadeia de óleo e gás no Brasil e a 796. Estávamos tentando votar a 795, mas houve um acordo para votar as emendas na semana que vem”, destacou o parlamentar.

O Governo do Estado aguarda repasse, ansiosamente, para quitar a folha salarial de dezembro, décimo terceiros dos comissionados, repasse aos poderes e a Saúde.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Comente esta notícia