Cuiabá, 27 de Novembro de 2022
logo

14 de Novembro de 2016, 08h:33 - A | A

NACIONAL / INTERNACIONAL

Terremoto de 5,8 graus, réplica do tremor de 7,8, atinge a Nova Zelândia

Quase 400 réplicas aconteceram no país desde o tremor deste domingo (13). Após inspeção, primeiro-ministro neozelandês fala em 'devastação absoluta'.

G1



Um terremoto de 5,8 graus de magnitude na escala Richter atingiu nesta segunda-feira (14) a Nova Zelândia, em uma réplica do tremor de 7,8 graus que neste domingo (13) causou duas mortes e originou um alerta de tsunami. Quase 400 réplicas aconteceram na Nova Zelândia desde o tremor inicial.

O serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS), que registra a atividade sísmica no mundo todo, localizou o hipocentro a 14 quilômetros de profundidade e a 15 quilômetros a leste-nordeste de Kaikoura.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Kaikoura e a região de Marlborough, no nordeste da Ilha do Sul, foram as duas áreas mais afetadas pelo forte terremoto de domingo.

"É uma devastação absoluta. Não sei... São meses de trabalho", disse o primeiro-ministro neozelandês, John Key, após inspecionar Kaikoura e Marlborough com o titular de Defesa Civil, Gerry Browleen; o líder opositor Andrew Little, além de um grupo de jornalistas.

"Sorte que tenha acontecido à meia-noite", avaliou o líder, confiante de que não haja pessoas presas em veículos debaixo das rochas que caíram sobre a estrada.

Em Kaikoura, uma pequena cidade com cerca de 2.000 habitantes e onde se calcula que haja 1.200 turistas isolados pela falta de meios de transporte, podem ser vistas as grandes pedras nas estradas e rachaduras no solo.

O terremoto de 7,8 graus também causou danos em Wellington, a capital do país, situada no sul da Ilha do Norte.

A Nova Zelândia está situada na falha entre as placas tectônicas do Pacífico e Oceania e registra cerca de 14 mil terremotos a cada ano, dos quais entre 100 e 150 têm potência suficiente para ser percebidos.

Comente esta notícia