Cuiabá, 26 de Setembro de 2022
logo

28 de Novembro de 2013, 14h:30 - A | A

NACIONAL / CRIME EM FAMÍLIA

Mãe que teria vendido virgindade da filha por R$ 50 é procurada no Rio

Cinco homens foram presos suspeitos de abusar da jovem de 15 anos.

G1, DO RIO DE JANEIRO
DA REDAÇÃO



Cinco homens foram presos suspeitos de abusar sexualmente uma adolescente de 15 anos em Marechal Hermes e Piedade, no Subúrbio do Rio, na manhã desta quinta-feira (28). As informações da Polícia Civil dão conta de que a mãe da vítima, que seria usuária de drogas, recebia dinheiro em troca dos abusos. Ainda de acordo com a polícia, Jacira do Carmo Moreira, de 46 anos, teria vendido a virgindade da filha por R$ 50.

 A menina era vítima dos estupros desde os 9 anos, de acordo com a Polícia Civil. Foram presos Humberto Ricardo Marsico Morelli Alves, conhecido como Maninho, de 58 anos, José Henrique Gomes, o Russo, de 63, David Macedo Gonçalves de Aquino, de 56, José Belizário da Silva, o Dedé, de 79, e Celso Medeiros Barrientos, o Celso Protético, de 55. Eles eram vizinhos da jovem.
Além da mãe da adolescente, outros dois suspeitos estão foragidos: lexandre Ítalo Oliveira Santos, o Alex, de 60 anos, George Correia Teteu, de 58. A prisão foi feita por agentes da Delegacia da Criança e Adolescente Vítima (Dcav). 

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

 A mãe da vítima seria dependente de drogas e permitia os abusos em troca de dinheiro, bebidas alcoólicas e entorpecentes desde 2006. Os fatos foram comprovados pela própria vítima, que afirma ter passado fome junto com outros sete irmãos para que a mãe alimentasse os vícios. A vítima e a irmã dela, de 20 anos, foram encaminhadas à Dcav.

 "Inclusive, ela vendia o sexo da menina por álcool, dinheiro ou cocaína", declarou o delegado titular da Decav, Marcello Maia. "A gente espera que com a fotografia, a gente encontre o paradeiro da mãe", acrescentou o delegado. 

 A adolescente reconheceu todos os suspeitos e explicou a conduta de cada um deles ao delegado. Outras duas irmãs da vítima que teriam sofrido os mesmos crimes são procuradas. Uma estaria em São Paulo e outra em um abrigo da prefeitura.

 Os suspeitos vão responder por estupro de vulnerável e exploração sexual. Já a mãe da vítima vai responder, ainda, por maus tratos e abandono material.

Comente esta notícia