Cuiabá, 01 de Outubro de 2022
logo

12 de Agosto de 2022, 15h:29 - A | A

NACIONAL / VAQUINHA FAKE

Golpe da menina com câncer arrecada mais de R$ 3 milhões

A investigação também revelou que os sites para doação foram registrados recentemente, sob e-mails anônimos

TILT UOL



Você decide assistir a um vídeo no YouTube. Antes, ele exibe um anúncio. Uma garota triste, com roupa hospitalar, revela que está com câncer, mas o tratamento "custa muito dinheiro e meus pais não podem pagar". Ainda raspam o cabelo dela. Na tela, informações sobre como doar para um crowdfunding (financiamento coletivo).

"Por favor, me ajude a ficar boa. Por favor. Eu não quero morrer", ela diz, direto para a câmera. Você doaria?

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Milhares de pessoas abriram a carteira - e foram enganadas. A empresa de cibesergurança Avast detectou que o anúncio, visto por mais de 10 milhões de pessoas em diferentes países, é falso. A estimativa é que o golpe tenha arrecadado mais de US$ 640 mil (cerca de R$ 3,2 milhões).

Diferentes garotas, diferentes nomes
A equipe da Avast passou a suspeitar quando notou que o vídeo é adaptado para diferentes mercados.

"Encontramos uma seleção de vídeos da mesma garota, com apelos em árabe, francês, português, espanhol e hebraico. Vídeos com apelos semelhantes, mas com garotas diferentes, também foram detectados", diz o analista de operações de ameaças da empresa, Pavel Novak.

No link para ajudar, o nome da garota variava de Barbara e Ksenia, até Alexandra e Ariela.

A investigação também revelou que os sites para doação foram registrados recentemente, sob e-mails anônimos e, no mínimo, esquisitos, como 6554997@gmail.com e asd1010850@gmail.com.

Ele ainda relata que 'Alexandra' e 'Ariela' têm os mesmos endereços de e-mail de contato, apesar de serem vídeos de duas garotas diferentes. Os e-mails foram rastreados até um complexo residencial em Jerusalém Ocidental, capital de Israel.

Leia mais em Tilt Uol

Comente esta notícia