Cuiabá, 06 de Dezembro de 2022
logo

12 de Dezembro de 2016, 08h:14 - A | A

NACIONAL / "A PM MATOU MEU FILHO"

Filho de funkeira Tati Quebra Barraco é morto em operação policial no RJ

Divisão de homicídios do RJ investiga a morte do filho da cantora de funk. Yuri Lourenço da Silva foi baleado durante tiroteio com policiais.

G1



Dois homens foram baleados e morreram durante uma operação policial na Cidade de Deus, Zona Oeste do Rio, na madrugada deste domingo (11). Entre eles, estava o filho da funkeira Tati Quebra Barraco, Yuri Lourenço da Silva, de 19 anos. O outro homem morto é Jean Rodrigues de Jesus, de 22 anos.

Os dois baleados foram levados para o Hospital Municipal Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca. Ao G1, a Secretaria Municipal de Saúde informou que um dos baleados tinha marca de tiro no rosto e já chegou morto ao hospital.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

De acordo com a Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da comunidade, um grupo de policiais, que realizava um patrulhamento de rotina, foi surpreendido por criminosos armados na Rua Quintanilha. A UPP informou que houve confronto e dois suspeitos foram baleados.

Segundo a Polícia, com Yuri e Jean, foram apreendidas uma pistola e grande quantidade de drogas, sendo 153 trouxinhas de maconha, 221 sacolés de cocaína, dois rádios transmissores e uma pistola israelense de 9mm. Por causa da troca de tiros, o policiamento na comunidade foi reforçado.

A Delegacia de Homicídios da Capital está investigando as mortes de Yuri e Jean e apurando as circunstâncias do ocorrido.

Yuri Lourenço da Silva foi preso em novembro do ano passado por furto qualificado. De acordo com processo no Tribunal de Justiça, em setembro deste ano a juíza Marta de Oliveira Cianni Marins condenou o rapaz a dois anos de prisão. Segundo o TJ, a defesa de Yuri entrou com um recurso.

Funkeira postou em redes sociais

Em sua página no Twitter, Tati fez a seguinte postagem: "A pm tirou um pedaço de mim que jamais será preenchido. A pm matou o meu filho. Essa dor nunca irá se cicatrizar".

No Facebook, Tati também desabafou: "Meu filho tá sendo difícil de acreditar viu? Como deve ser pra você receber uma mensagem, ligação em meio ao show dizendo que seu filho está morto? Não queira passar nunca pelo o que estou passando. Não queira sentir nunca o que estou sentindo.".

De acordo com a postagem, após receber a ligação com a notícia de que o filho estaria morto, Tati ainda continuou o show que estava fazendo. "Eu não pude parar o que dei início. Tinha fãs, públicos, o fotógrafo da casa, tinha um contrato assinado. Então tive que terminar o show da boate eleganza com um sorriso no rosto, sem quê, ninguém percebesse. Mas não fui forte o tempo todo, desabei! DESABEI! Mas meu filho... porque isso com a mãe? Em que eu errei?".

Nota da cantora

A assessoria da cantora divulgou uma nota oficial no final da tarde deste domingo.

"Na madrugada deste domingo (11/12), Yuri Lourenço da Silva, 19 anos, filho da cantora Tati Quebra Barraco, foi morto durante uma operação policial na Cidade de Deus, onde morava. Tati estava se apresentando em Belo Horizonte quando recebeu a notícia e chegou ao Rio hoje pela tarde.

Nas últimas horas, as redes sociais da artista têm recebido centenas de comentários de ódio e completamente desumanos. Repudiamos o desrespeito à tragédia que é qualquer mãe ter que enterrar um filho.

Agradecemos ao apoio de amigos e fãs nesse momento tão difícil. Estamos recebendo milhares de mensagens que estão ajudando confortar a família.

Esperamos que a verdade - sobre uma suposta troca de tiros que nunca ocorreu - chegue à tona e que os responsáveis por registrarem/divulgarem fotos indevidas/desrespeitosas em um momento como esse sejam punidos. Nos apoiamos nessa esperança e na fé para consolar o coração dos familiares de Yuri, que pedem privacidade nesse momento de luto".

Comente esta notícia