Cuiabá, 05 de Dezembro de 2022
logo

15 de Dezembro de 2016, 16h:18 - A | A

JUDICIÁRIO / INDICIADO DE NOVO

MPF: Lula tinha ‘controle supremo’ da corrupção na Petrobras

DA REDAÇÃO



A força-tarefa da Operação Lava Jato voltou a ressaltar a posição de comando do petista Lula no esquema petrolão, na denúncia apresentada ao juiz federal Sergio Moro, na quarta-feira (14). Além do ex-presidente, outros oito acusados são citados. 

O Ministério Público Federal diz que Lula tinha “controle supremo” do esquema e “dominava toda a empreiteira criminosa, com poderes para decidir sobre sua prática, interrupção e circunstâncias”.

Em setembro, em outra denúncia contra Lula, os procuradores haviam se referido a ele como “comandante máximo” e “grande general”.

“É evidente o controle supremo desempenhado por Luiz Inácio Lula da Silva nos atos de corrupção que levaram às fraudes nos procedimentos licitatórios para a execução das obras”, afirma a força-tarefa da Lava Jato. Os investigadores dizem na peça apresentada a Moro que, enquanto presidente da República e líder máximo do PT, “Lula agiu para a instituição e a manutenção do esquema criminoso, além de ter sido o agente que dele mais se beneficiou”.

Comente esta notícia