ReporterMT - Mato Grosso em um clique

Quinta-feira, 23 de Junho de 2022, 09h:00

Número de mortos em acidente sobe para cinco; crianças entre as vítimas

Familiares das vítimas procuraram a Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) e exames de DNA devem confirmar as identidades.

JOÃO AGUIAR
DO REPÓRTER MT

Subiu para cinco o número de mortos em um grave acidente entre duas carretas no km 722 da BR-163, em Sorriso (420 km de Cuiabá), na noite de domingo (19). Familiares das vítimas procuraram a Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) e exames de DNA devem confirmar as identidades.

De acordo com a Politec, as autoridades encontraram os restos mortais de cinco pessoas entre os corpos carbonizados. Dois deles são compatíveis com de crianças.

Os familiares que se apresentaram no IML de Sorriso disseram que as vítimas se tratam do motorista de uma das carretas, sua namorada e duas crianças de três e 10 anos, filhas da mulher.

Leia mais sobre o acidente

Batida entre caminhão e duas carretas mata dois motoristas na BR-163

Sobe para quatro o número de mortos em acidente entre carretas na BR-163

Homem de 44 anos é uma das vítimas de acidente entre carretas que deixou 4 mortos

Amostras biológicas dos familiares foram colhidas pela Politec e enviadas para a Diretoria Metropolitana de Laboratório Forense em Cuiabá, onde será feito exame de DNA para comprovação.

Um dos mortos no acidente já foi identificado nos exames. Trata-se de Cleverson Rodrigo Felipp, de 44 anos. Ele era motorista de outra carreta envolvida no acidente. O corpo do caminhoneiro foi transladado para Ampére, município no Paraná.

O acidente

Cinco pessoas morreram na tarde de domingo (19), após duas carretas e um caminhão baterem e pegarem fogo, no km 722 da BR-163, em Sorriso (420 km de Cuiabá). Todos foram carbonizados, ainda presos às ferragens.

De acordo com a Rota do Oeste, concessionária que administra a via, as equipes foram acionadas às 15h14 para atender o acidente envolvendo três veículos, sendo duas carretas e um caminhão.

A Polícia Civil investiga as causas do acidente.